Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dupla da Tech3 reflecte sobre dia difícil para a Michelin

Dupla da Tech3 reflecte sobre dia difícil para a Michelin

A dupla da Yamaha Tech3, Colin Edwards e James Toseland, deu a sua opinião depois do norte-americano ter terminado como o único piloto Michelin no Top 10 dos treinos livres de sexta-feira em Brno.

Com o desenrolar da acção no Cardion AB Grande Prémio da República Checa os pilotos Michelin esperavam algumas melhorias de competitividade depois de prestações abaixo da média na visita aos Estados Unidos, mas as coisas não correram como planeado no primeiro dia de acção em Brno.

Apesar das melhorias de motor por parte da fábrica nipónica, os pilotos da Tech3 Yamaha Colin Edwards e James Toseland não conseguiram causar grande impressão ao terminarem o dia com os sétimo e 13º tempos, respectivamente.

Na verdade, um dos pilotos que roda com a Michelin há mais tempo, Edwards, que teve de solicitar melhorias depois do desapontante 14º posto em Laguna Seca, não conseguiu esconder a frustração com o lote de pneus que teve disponível nesta sexta-feira.

Edwards comentou: `Lutámos. De manhã creio que era o piloto mais rápido da Michelin e o mesmo durante a tarde. Penso que sou o único piloto Michelin nos dez primeiros. Não voei durante 15 horas até Praga, para depois guiar durante mais duas horas para apresentar meia prestação. Estamos a ter alguns problemas com o pneu frontal e estou a gastar muito tempo para afinar a moto para ser rápida.´

O experiente texano explicou em seguida que estava confiante no material que teria disponível para a qualificação, mas além disso está preocupado com o que pode esperar, revelando mesmo: `Testámos todos os nossos pneus, mas não há nada que vá funcionar. Temos algo que fará duas voltas, algo que fará quatro, mas quando toca a fazer 22 voltas temos um problema. Estamos a lutar.´

O estreante companheiro de equipa de Edwards na Tech3, James Toseland, tinha forçado a entrada nos dez primeiros a 13 minutos do final da sessão da tarde, mas sofreu depois uma queda quando entrou na gravilha na descida para a curva Kevin Schwantz, o que atrasou o seu progresso.

O inglês disse: `Parece um pouco pior do que é realmente porque andámos na direcção certa com a afinação. E o novo motor é fantástico, por isso um grande obrigado à Yamaha por me ter dado a mim e à equipa este nível de apoio. Sente-se mais força e parece que usamos a caixa de velocidades de forma muito mais progressiva.´

`Temos é muito trabalho a fazer com a Michelin,´ continuou Toseland. `Agora a pista está a ficar um pouco mais limpa e o nível de aderência do pneu não é muito mau. Mas ainda conseguimos fazer melhor e continuo optimista e a tentar trabalhar o mais que posso. Saí de pista porque travei um pouco tarde demais na descida. Pensei que me ia conseguir manter na moto, mas acabei por cair na gravilha.´

Tags:
MotoGP, 2008, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, James Toseland, Colin Edwards, Tech 3 Yamaha

Outras actualizações que o podem interessar ›