Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden nota melhorias da Michelin no regresso de lesão

Hayden nota melhorias da Michelin no regresso de lesão

Nicky Hayden admitiu que as dificuldades da Michelin em Brno fizeram com que falhar a prova da República Checa tenha sido mais fácil, mas diz que o material da marca gaulesa melhorou para este fim-de-semana de Misano.

Depois de ter falhado a jornada de Brno há 15 dias, Nicky Hayden regressou à pista na primeira sessão de treinos livres com vista ao Grande Prémio Cinzano de São Marino e da Riviera de Rimini na sexta-feira de manhã, estabelecendo o sexto tempo da sessão.

O Campeão do Mundo de 2006 foi aconselhado a não participar em Brno pelo Dr. Artur Ting depois de ter lesionado o pé direito numa demonstração em Los Angeles, durante as férias de Verão, e rodou com algum desconforto em FP1 ao rodar mais de um segundo mais lento que Casey Stoner.

Mesmo assim, e apesar de Hayden ter dito que as muito faladas dificuldades da Michelin em Brno tornaram a ausência mais fácil de suportar, ele foi rápido a salientar os pontos positivos e assinalou aparentes melhorias por parte do fabricante francês de borrachas, isto tendo em conta os primeiros sinais dados em Misano.

O `Kentucky Kid´ foi um dos cinco pilotos Michelin a terminar nos dez primeiros em São Marino no primeiro embate e comentou: `É claro que foi mais fácil ficar em casa sabendo que provavelmente não tinha possibilidades de fazer muito em Brno. Senti-me mal por falhar a ronda, pela minha equipa, mas não tinha mesmo opção. A Michelin esteve sob fortes ataques depois das últimas duas ou três corridas e de forma justa, mas parece que fizeram um bom trabalho para este fim-de-semana e temos de lhes dar crédito. Se bem que ainda é cedo e fizemos poucas voltas.´

Contudo, enquanto o suposto pequeno passo em frente da Michelin trouxe alívio ao norte-americano que lutou contra as dores no pé, Hayden revelou que esperava que a sua RC212V com motor de válvula pneumática conseguiria níveis de competitividade mais elevados nesta altura do campeonato – apesar do piloto de testes da HRC Tady Okada ter dito recentemente que o bloco está muito melhor desde a estreia em Mugello, em Junho.

O piloto de 27 anos da Repsol Honda afirmou: `Está melhor, há menos luzes e menos problemas. Mas não posso dizer que tenha melhorado tão depressa como pensava. A HRC trabalhou arduamente, mas o Tady é um tipo da HRC, pelo que tem de dizer essas coisas. Fizemos progressos, mas lentamente.´

Tags:
MotoGP, 2008, GP CINZANO DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI

Outras actualizações que o podem interessar ›