Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simoncelli acusa Barberá de `criminoso´ depois de mais recente embate

Simoncelli acusa Barberá de `criminoso´ depois de mais recente embate

O líder do Campeonato do Mundo de 250cc Marco Simoncelli apontou o dedo ao rival de longa data Hector Barberá, do Team Toth, pelos acontecimentos de Misano.

Marco Simoncelli e Hector Barberá têm-se se debatido em pista frequentemente – tanto literalmente, como figurativamente – nos últimos dois anos nas 250cc e o seu mais recente confronto levou a acusações fortes por parte do primeiro.

Foram aplicadas multas por pontapés, feitos avisos por causas de manobras de bloqueio e algum nível de perdão expresso por parte dos dois pilotos depois da grande colisão de Mugello, mas qualquer trégua que pudesse estar em vigência entre o italiano e o espanhol parece ter terminado depois da `batalha de Misano´. Simoncelli caiu durante a sua corrida caseira pouco depois de forte duelo com Barberá, o que levou os dois a saírem de pista.

`Não penso que o Barberá seja um piloto – ele não parece ser mais que um criminoso,´ foram as palavras de Simoncelli ao motogp.com depois do mais recente confronto entre os dois. O seu rival já tinha dito antes que Simoncelli o `podia ter morto´ na ronda italiana das quarto de litro.

`O facto de termos terminado os dois fora de pista mostra-me que ele nem sequer estava a tentar fazer a curva. Penso que ele, das duas uma, ou nem tem noção do que está a fazer ou então, pior ainda, ele tem consciência e é parvo,´ continuou Simoncelli, apontando um outro incidente entre o seu rival e Mattia Pasini como mais provas. Pasini ficou furioso e exigiu sanções depois de ter desistido – o italiano disse mesmo que `não foi a primeira vez que o Barberá agiu desta forma; é totalmente inaceitável.´

O líder da classificação Simoncelli também exigiu que se faça algo, principalmente depois ele próprio ter recebido um cartão amarelo em Junho.

`Fui castigado em Mugello quando não fiz nada de errado, quando o Barberá estava atrás de mim a pressionar-me. No final das contas fui eu quem recebeu o aviso. Espero, sinceramente, que façam algo semelhante ao que fizeram em Misano.´

Simoncelli lidera actualmente a competição com 26 pontos de margem e já confirmou ter rejeitado propostas de passar para o MotoGP, continuando nas 250cc em 2009. Com Barberá também a fazer parte da categoria na próxima época, é certo que se assistam a mais momentos destes.

Tags:
250cc, 2008, Hector Barbera, Marco Simoncelli, Metis Gilera

Outras actualizações que o podem interessar ›