Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Corrida caseira da Honda espera Pedrosa

Corrida caseira da Honda espera Pedrosa

Dani Pedrosa está a sentir-se `muito confiante´ enquanto se prepara para a corrida mais importante do ano para a Honda.

Dani Pedrosa, Repsol Honda, vai defender a honra da Honda em Motegi no próximo fim-de-semana e o seu trabalho no molhado em Indianápolis pode revelar-se útil no Japão. O espanhol pode ainda estar a habituar-se ao bloco de válvula pneumática e pneus Bridgestone que estreou em Indianápolis, mas sente-se confiante antes da 15ª ronda da época.

`Indianápolis foi um fim-de-semana importante para nós, com muito trabalho e com todo o tipo de tempo. Isso tornou as coisas complicadas, mas deu-se experiência em condições diferentes, por isso aprendemos um bom bocado sobre a minha nova moto e pneus em condições de seco e molhado,´ diz Pedrosa, que terminou em oitavo na sua primeira participação do ano nos Estados Unidos.

`Espero que possamos usar os dados que recolhemos lá e que isso nos ajude a conseguirmos um bom resultado na corrida caseira da Honda. Sinto-me muito confiante para a ronda nipónica. Motegi é uma daquelas pistas de que gosto porque o piso tem boa aderência e não é muito irregular.´

Pedrosa está actualmente numa sequência de cinco corridas sem um pódio – a sua mais longa desde que se estreou nos três primeiros em 2001. Os resultados anteriores talvez não sejam favoráveis ao espanhol, com colisões para o piloto de 22 anos nas duas anteriores visitas do MotoGP a Motegi: em 2006 tocou em Colin Edwards na segunda curva (acabou por concluir em sétimo) e no ano passado sofreu uma das mais espectaculares quedas do ano quando a pista ficou molhada. Contudo, a pole position na edição de 2007 indica que Pedrosa tem velocidade para se dar bem no Japão e pode contar com a ajudar dos pneus Bridgestone.

`É importante tem boa potência de travagem e boa aceleração na moto, o que significa que os pneus são muito importantes porque precisamos de ser capazes de travar tarde nas curvas e acelerar forte quando saímos delas,´ nota o vice-Campeão do Mundo de 2007.

`A minha secção preferida de toda a pista é a parte do meio, a subida até ao ponto mais alto. Para conseguirmos um volta rápida temos de acertar todos os pontos de travagem e a última secção é muito importante para um bom crono. É o tipo de circuito onde precisamos de usar um estilo de pilotagem agressivo.´

Pedrosa já venceu em Motegi com a Honda em 2002 e 2004, quando corria nas 125cc e 250cc, respectivamente.

Tags:
MotoGP, 2008, A-STYLE GRAND PRIX OF JAPAN, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›