Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Crivillé pronto para voltar a rodar em Motegi

Crivillé pronto para voltar a rodar em Motegi

O Campeão do Mundo de 1999 Alex Crivillé vai voltar à pista em Motegi no sábado aos comandos de uma Honda NSR500 para celebrar o décimo aniversário do MotoGP no circuito nipónico.

Alex Crivillé vai voltar à pista com o seu fato do Campeonato do Mundo neste fim-de-semana no Japão para rodar com a NSR500 uma vez mais no que será um dos eventos para celebrar o décimo aniversário do MotoGP em Motegi.

Alguns antigos pilotos da HRC vão juntar-se a Crivillé na pista do Twin Ring Motegi no sábado para levarem a cabo várias voltas de demonstração aos comandos de motos Honda, todas elas provenientes do célebre museu da marca nipónica que se encontra do traçado.

Antes dos festejos o motogp.com falou com antiga estrela da Repsol Honda, Crivillé, para saber o que pensa de voltar aos comandos da NSR500 que levou à conquista do título em 1999.

Do que te lembras da primeira corrida em Motegi em 1999?
`Bem, chovia a cântaros! O Kenny Roberts Jr fez uma grande partida e o Mick Doohan foi atrás dele. No molhado cada piloto faz a corrida que pode. Foi a segunda corrida do ano e eu queria ter cuidado e não correr riscos, isto apesar de querer manter uma boa posição no Campeonato do Mundo. Estava a lutar com o Norick Abe e o Sete Gibernau e no final cruzei a meta em quarto, na minha primeira corrida em Motegi e na verdade foi o meu melhor resultado de sempre lá.´

Como é que é voltar a Motegi numa 500cc? Estás ansioso pelas celebrações?
`Vai ser fantástico. Voltar a ter a sensação de rodar com a NSR500 e com o Mick Doohan e o Freddie Spencer vai ser um grande prazer. Creio que será um pouco como viajar no tempo! É muito bom podemos festejar desta forma o aniversário do fim-de-semana do GP do Japão, com os patrões da Honda a possibilitarem que as motos antigas saiam do museu e voltem à pista. Temos de lhes agradecer por reconhecerem a herança do desporto desta forma e assim que me convidaram para participar disse que sim.´

Gostavas do circuito enquanto piloto?
`A pista é muito boa. Tem duas ou três características únicas e que a fazem diferente. A recta oposta e o ponto de travagem no final. A parte mesmo antes de entrarmos no túnel e que depois nos leva à última secção e na qual as corridas são normalmente decididas. Para mim, a primeira curva é mesmo traiçoeira, é difícil de fazer correctamente. Já vimos, e vamos sempre ver, grandes corridas em Motegi.´

Crivillá vai participar nas celebrações do 10º aniversário em Motegi no início da tarde de sábado, entre as 12h30 e as 12h50, hora local.

Tags:
MotoGP, 2008, A-STYLE GRAND PRIX OF JAPAN, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›