Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Wildcard Aoki junta-se à Suzuki na Malásia

Wildcard Aoki junta-se à Suzuki na Malásia

Os dois pilotos principais da Rizla Suzuki Loris Capirossi e Chris Vermeulen vão contar com a companhia do piloto de testes Nobuatsu Aoki no Polini Grande Prémio da Malásia de Motociclismo.

Depois dos desapontantes resultados de Loris Capirossi e Chris Vermeulen em Phillip Island, com os 10º e 15º postos, respectivamente, a dupla da Rizla Suzuki vai para as duas últimas ronda da época com esperanças de apresentar resultados mais positivos.

Enquanto isso, como foi o caso de Ben Spies quando se apresentou como wildcard este ano em Laguna Seca e Indianápolis e quando Kousuke Akiyoshi se apresentou da mesma forma no Japão há pouco mais de duas semanas, a Rizla Suzuki vai rodar com uma terceira moto na Malásia, desta feita com Nobuatsu Aoki, que volta a juntar-se a Capirossi e Vermeulen.

A equipa Suzuki ficou em Phillip Island para um dia de testes na semana passada e depois do desastre do GP caseiro, Vermeulen espera que alguns novos componentes usados possam já fazer parte da moto neste fim-de-semana.

Tendo sido 11º (em 2006) e 7º (em 2007) na suas duas anteriores visitas à Malásia, Vermeulen comentou: `Estou mesmo desejoso por voltar a Sepang, já que é uma pista onde testámos e onde provámos que a Suzuki se dá bem. Esperamos que alguns dos componentes usados no teste de Phillip Island nos sejam benéficos. Também vai ser muito bom contar com o Nobu (Aoki) na corrida para desenvolver mais algumas peças e espero que sejam uma vantagem para mim e para o Loris e espero que os possamos usar na equipa de corrida em breve.´

Capirossi olha para a sua décima visita a Sepang com similar optimismo já que conta com duas vitórias na pista (199 nas 250cc e 2005 no MotoGP) e mais dois pódios (2º em 2001 e 2006, ambos no MotoGP). Contudo, o experiente italiano deixou um aviso sobre a possível falta de velocidade de ponta nas longas rectas do circuito malaio.

`Estou muito optimista em relação a Sepang, já que gosto muito da pista e fizemos testes muito bons lá no início do ano,´ disse Capirossi. `Vamos certamente ter a moto a funcionar bem lá, por isso espero que as nossas peças que tivemos este ano nos ajudem neste regresso. Não vai ser fácil para nós porque há duas longas rectas, mas sei que vamos dar o nosso melhor. Por vezes isso não chega para se conseguir um bom resultado, por isso esperamos que todo o trabalho da fábrica nos ajude e vamos continuar a dar o nosso melhor nas próximas duas corridas para vermos o que acontece.´

A Suzuki parece estar a fazer todos os possíveis para reduzir a diferença para os seus rivais em termos de competitividade e é aí que Aoki entra em cena – com a tarefa específica de avaliar vários novos componentes para a Suzuki 800cc de 2009 neste fim-de-semana, preparando já os futuros desenvolvimentos do Inverno.

No ano passado Aoki também rodou como wild card na GSV-R800 em Sepang, terminando num sólido 13º lugar, e o antigo piloto do Campeonato do Mundo está desejoso por voltar à acção dos Grandes Prémios, comentando: `Não posso esperar por chegar à Malásia; estou muito excitado com a corrida de Sepang e por trabalhar com o Loris e o Chris. Esta é a minha primeira corrida do ano e gosto da pista, já que fiz centenas de voltas de teste.´

`Vai ser um fim-de-semana muito importante para mim porque vou usar muitas peças novas e esperamos que trabalhem bem para que os outros dois pilotos as possam começar a usar o mais depressa possível.´

Tags:
MotoGP, 2008, POLINI MALAYSIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›