Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Toseland avalia época de estreia até ao momento

Toseland avalia época de estreia até ao momento

Reflectindo sobre a sua experiência no MotoGP até ao momento, e de regresso ao traçado onde testou pela primeira vez com a Yamaha M1 em Novembro, James Toseland espera conseguir fechar a sua época de estreia em estilo.

Tendo feito bastante mais amigos que inimigos na sua primeira temporada de MotoGP, James Toseland está contente com trabalho feito até ao momento em 2008 – mas está apostado em conseguir resultados fortes nas duas últimas corridas que tem pela frente neste seu primeiro ano com a Tech3 Yamaha.

Toseland regressa esta semana à pista onde testou pela primeira vez com a formação satélite da Yamaha dirigida por Hervé Poncharal em Novembro passado e, antes de alinhar na 17ª corrida do ano, o inglês mostra-se esperançado em bater o seu melhor resultado até ao momento, sexto lugar, uma marca que atingiu já por seis vezes.

Na 11ª posição da classificação e já com 100 pontos somados, a corrida de Phillip Island de há duas semanas acabou por ser a melhor prestação de Toseland, já que lutou directamente com Valentino Rossi e ficou fora dos cinco primeiros, e talvez mesmo até fora do pódio, devido à forma como os seus pneus se deterioraram no final da corrida.

`Há muito que não me excitava antes de uma corrida e penso que há possibilidade de chegar ao pódio. Foi bom esta em Phillip Island, que conheço bem, e isso ajuda muito,´ disse Toseland. `Apenas igualei o meu melhor resultado do ano com o sexto posto, mas foi claramente a minha melhor corrida do ano e foi bom voltar lá.´

Houve pontos baixos ao longo do ano para Toseland, como é claro. Numa temporada onde o inglês teve de conhecer oito pistas novas, o seu pior momento surgiu logo num circuito que conhece bem quando se qualificou em 16º na sua corrida caseira em Donington e caiu na primeira volta da corrida, regressando depois para terminar num emocionante 17º posto.

Resumindo a sua campanha de 2008, Toseland comentou: `No início da época estivemos em pistas a que estava acostumado e nas quais tinha experiência. A meio da temporada tive oito circuitos que não conhecia e as condições climatéricas foram difíceis. Mas foi um bom ano de aprendizagem. Tive de aprender muito no MotoGP e tem sido difícil, mas gostei muito do desafio. Foi uma excelente preparação para a nossa próxima época e espero terminar a temporada em alta e voltar a correr como fiz em Phillip Island.´

Por vezes, o estilo de pilotagem de Toseland tem sido criticado e apontado como demasiado agressivo, mas a sua afabilidade fora de pista e a sua ética de trabalho tornaram-no popular no paddock de MotoGP e depois de festejar o 28º aniversário no dia da corrida na Austrália, ele espera continuar a correr nos Grandes Prémios durante muitos mais anos.

Sobre este seu primeiro ano acrescentou ainda: `Não sabia o que esperar porque toda a minha vida foi nas superbikes e supesport. Andei com esse circo durante muito tempo e não tinha qualquer experiência de pilotagem com qualquer piloto daqui, a não ser o Chris Vermeulen. Foi como o meu primeiro dia de escola quando aqui cheguei, mas fiz alguns amigos e perdi outro também! Mas de forma geral tem sido um ano agradável e espero conseguir uma longa carreira no MotoGP.´

Tags:
MotoGP, 2008, POLINI MALAYSIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, James Toseland, Tech 3 Yamaha

Outras actualizações que o podem interessar ›