Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden continua no topo na segunda sessão de MotoGP

Hayden continua no topo na segunda sessão de MotoGP

Nicky Hayden voltou a ser o homem mais forte em Valência na segunda sessão de treinos livres de MotoGP.

Determinado a garantir a pole e a vitória na última corrida com a Repsol Honda, Nicky Hayden assumiu a iniciativa nas sessões de treinos livres de MotoGP nesta sexta-feira. O norte-americano foi o mais rápido nas duas sessões de trabalho de preparação para o Grande Prémio Parts Europe da Comunidade Valenciana, a última corrida da época de 2008.

Enquanto em 2006 Hayden estava a tomar banho de Cava na tarde de domingo em Valência depois de ter confirmado o título de Campeão do Mundo, este ano as duas primeiras sessões de treinos o único banho foi de água devido ao estado em que estava a pista. As palavras `chuva´e `nevoeiro´ podem trazer boas memórias aos fãs do motociclismo, mas para os pilotos este tipo de condições vão tornar ainda mais difícil a afinação das suas montadas para a corrida.

Hayden assinou um tempo de 1m45,777s na mais rápida sessão vespertina, batendo o companheiro de equipa e vencedor da corrida de Valência de 2007, Dani Pedrosa, por menos de um décimo de segundo. Pedrosa assinou, por seu turno, a velocidade de ponta mais elevada com uns impressionantes 301,8 km/h, mais de 6 km/h mais rápido que qualquer outro piloto.

Atrás da dupla de fábrica da Honda a Fiat Yamaha levou os seus pilotos ao topo da da tabela, com o estreante espanhol Jorge Lorenzo a ser o mais lesto. O debutante das 800cc faz uso de uma decoração especial com várias bandeiras este fim-de-semana e com desenho tão chamativo não admira que esteja sob o olhar atentos de todos. Ele ficou a menos de dois décimos de segundo de Hayden naquele que foi o palco do seu primeiro teste com a Yamaha no ano passado.

O companheiro de equipa e Campeão do Mundo de MotoGP de 2008 Valentino Rossi terminou em quarto, se bem que o seu dia foi marcado por queda na última curva da pista. Incapaz de voltar a ligar a M1, Rossi teve de voltar à box a pé para fazer uso da segunda moto, isto apesar de ter dado bom uso à sua montada secundária com tempos mais lestos que os que havia conseguido de manhã.

Casey Stoner, que caiu na sessão antes do almoço, levou a Ducati até ao quinto posto, batendo Andrea Dovizioso, Randy de Puniet, Sylvain Guintoli, Colin Edwards e Shinya Nakano. Mais de 1,5 segundos separam os dez primeiros.

Quem também caiu durante a última sessão do dia da categoria rainha foi Toni Elias, que foi cuspido da sua Ducati satélite.

Tags:
MotoGP, 2008, GRAN PREMIO PARTS EUROPE DE LA COMUNITAT VALENCIANA, FP2

Outras actualizações que o podem interessar ›