Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lesões antigas prejudicam primeiro dia de Hopkins em Phillip Island

Lesões antigas prejudicam primeiro dia de Hopkins em Phillip Island

A Kawasaki começou a testar na Austrália com Hopkins, Melandri e Jacque.

O primeiro dia de testes da Kawasaki em Phillip Island foi algo desconfortável para John Hopkins, com o anglo-americano a continuar a sentir dores provocadas por algumas antigas lesões contraídas ao longo de 2008. Hopkins, cuja queda no traçado australiano no início do ano deu estabeleceu o tom para a complicada temporada, acabou por sentir dificuldades com o extensivo programa de testes de quarta-feira.

As 76 voltas – a mais rápida das quais em 1m33,3s – deixaram marca no jovem de 25 anos, em particular no joelho e tornozelo esquerdos fracturados em Assen, em Junho passado. `Sempre que fazia uma mudança de caixa os tendões do tornozelo roçavam na placa de metal inserida para reparar os ossos e isto fez com que o tornozelo inchasse muito. O meu joelho também se ressentiu muito, principalmente nas esquerdas, por isso não estou em grande forma física,´ admite Hopkins.

Mesmo assim, o piloto não pensou em abandonar o teste – em particular devido aos progressos conseguidos pelo novo chefe de equipa Naoya Kaneko.

`Comunicamos muito bem um com o outro e conseguimos claros progressos com a moto. O Naoya é muito metódico na sua abordagem, mas também tem uma forma nova de olhar para os problemas e, em resultado disso, demos já grandes passos em frente. Agora só necessitamos de tempo de pista, as lesões o permitam.´

O novo companheiro de equipa de equipa Marco Melandri bateu o registo de Hopkins ao garantir um tempo de 1m32,5s, igualando o seu melhor na corrida do mês passado. O italiano continuou a adaptar a Ninja ZX-RR ao seu estilo de pilotagem, se bem que a falta de sensações com a frente foi um problema persistente ao longo das 93 voltas que efectuou ao traçado de Phillip Island.

O mais rápido da `Equipa Verde´ foi o piloto de testes Olivier Jacque, precisamente no circuito onde se sagrou Campeão do Mundo de 250cc em 2000. O gaulês foi o único piloto a usar o novo conjunto de chassis e electrónica da Kawasaki desenhado para melhorar a entrega de potência e garantiu um crono de 1m32,4s. Descrevendo o potencial do chassis usado a `80%, com o objectivo de o levar aos 100% depois de mais tempo de afinações´ as informações dadas por Jacque ao longo desta semana vão contribuir largamente para o desenvolvimento da Ninja no Japão.

Tags:
MotoGP, 2008, Marco Melandri, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›