Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Coisas complicam-se para Gibernau no último teste de MotoGP

Coisas complicam-se para Gibernau no último teste de MotoGP

O veterano espanhol faz uma avaliação honesta da visita a Sepang e da adaptação à electrónica.

A trabalhar com o sofisticado conjunto de electrónica usado na Ducati Desmosedici GP9 satélite, Sete Gibernau e a sua equipa terminaram os três dias de testes de Sepang com mais perguntas do que respostas. O antigo vice-Campeão do Mundo de MotoGP foi, como lhe é habitual, honesto quanto à situação após o final do teste, usando os contratempos como motivação para os próximos meses da pré época.

"Não creio que hoje tenha sido o melhor dia para nós. Apesar de termos trabalhado muito na electrónica, não conseguimos as respostas que queríamos porque tivemos alguns problemas de tarde que não nos permitiram completar as voltas que queríamos," revelou Gibernau depois de ter conseguido como melhor registo um tempo de 2m02,727s no sábado.

"De forma geral foram três dias de testes positivos, mas as coisas foram de boas a piores. Fizemos um grande trabalho no primeiro dia, mas parece que tudo se foi tornando mais complicado. Faz tudo parte do processo para uma nova equipa, mas o potencial está lá e temos de continuar a trabalhar arduamente; há um longo caminho pela frente - principalmente para mim."

Gibernau regressa ao Campeonato do Mundo de MotoGP em 2009 após duas temporadas fora da competição.

Resultados completos do último dia de testes em Sepang podem ser encontrados aqui.

Tags:
MotoGP, 2009, Sete Gibernau, Grupo Francisco Hernando

Outras actualizações que o podem interessar ›