Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Puig avalia desenvolvimentos da pré época

Puig avalia desenvolvimentos da pré época

Alberto Puig, o manager de Dani Pedrosa e figura chave na box da Repsol Honda, dá o seu ponto de sobre as mudanças de regulamentos do MotoGP levados a cabo pela FIM esta semana.

O mentor e manager de Dani Pedrosa, Alberto Puig, está a ser cauteloso no que toca à avaliação da mudança de regulamentos do MotoGP ratifica na quarta-feira pela FIM, na Suíça, medida que tem por intenção reduzir os custos no Campeonato do Mundo.

“Não podemos dizer muito até vermos as medidas serem postas em prática,” disse Puig ao motogp.com. “As mudanças foram levadas a cabo com o intuito de tornar as coisas mais baratas para todos e agora temos de esperar para ver como é que tudo corre em termos técnicos.”

“Uma coisa é óbvia, as motos não têm de ser totalmente novas todas as temporadas,” acrescentou Puig. “Se conseguirmos poupar um pouco do investimento nessa área para tornarmos as coisas mais simples seria bom porque os pilotos vão correr com a qualquer moto que lhes seja dada. No que toca à segurança, quanto mais pudermos fazer para prevenir acidentes melhor para os pilotos. Não creio que as medidas que foram aprovadas agora vão nesse sentido, mas é difícil fazer avaliações agora, primeiro temos de ver o que acontece.”

Das novas regras anunciadas esta semana, há uma questionada por Puig e que respeita à redução de testes pós corrida nesta época – e a utilização de pilotos de testes apenas nas duas datas que restam no calendário, em Barcelona e Brno.

“Não compreendo bem a redução dos testes e o facto só podermos usar pilotos de testes nesses ensaios porque, normalmente, esses pilotos são três ou quatro segundos mais lentos que os pilotos principais. Não estou certo que as conclusões tiradas pelas marcas desses testes sejam muito claras. Mas isso é uma opinião pessoal.”

Questionado sobre o efeito combinado das novas regras no Campeonato do Mundo como um todo, em conjunto com a regra de um só fornecedor de pneus também introduzida durante o Inverno, Puig respondeu: “A regra de um só fornecedor de pneus parece-me uma mudança sábia. Vão estar todos com os mesmo pneus e isto vai eliminar algumas queixas e diferenças, se bem que já sabíamos dessa mudança.”

Puig continuou: “Também penso que a eliminação dos pneus de qualificação é uma coisa positiva porque, apesar de em termos internos com as equipas não fosse um problema, nas qualificações estávamos mais preocupados com as posições da grelha e perde-se muito tempo a pensar nisso.”

“Com estas novas regras, de forma geral, temos de esperar um pouco antes de fazermos qualquer tipo de julgamento. Não creio que sejam uma influência negativa, penso mesmo que só podem ajudar, por isso vamos ver como correm as coisas quando a temporada começar.”

O homem da Repsol Honda também falou da condição física do Pedrosa, que rodou bem no primeiro teste de pré época em Sepang, mas teve de deixar a Malásia mais cedo devido a dores no joelho esquerdo que lesionou no ano passado e ao qual foi operado antes do Natal.

“O Dani melhorou, pensámos apenas que era melhor ele deixar o teste de Sepang mais cedo,” explicou Puig. “No Qatar vamos continuar a testar a moto e vamos continuar a ter em mente que, por não termos muitos testes, temos de tirar o melhor partido do tempo que temos em pista. Vamos trabalhar em tudo o que tem de ser analisado, depois vamos para Jerez e esperar pelo início do campeonato.”

Tags:
MotoGP, 2009, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›