Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Honda faz abordagem variada na primeira noite no Qatar

Honda faz abordagem variada na primeira noite no Qatar

Estratégias diferentes para os seis pilotos da Honda com a chegada da chuva ao Circuito Internacional de Losail.

Os seis pilotos Honda de MotoGP estiveram presentes no Circuito Internacional de Losail na noite de domingo, se bem que as abordagens e reacções à chuva na primeira noite de testes foram muito contrastantes.

Dani Pedrosa, da Repsol Honda, foi quem usou da estratégia mais conservadora no domingo, optando por não rodar. O espanhol tinha saído mais cedo do último teste em Sepang e fez uso da mesma cautela enquanto continua a centrar-se na total recuperação da forma e em começar a época sem lesões.

Tomando quase a mesma decisão, Toni Elias, da San Carlo Honda Gresini, foi à pista efectuar duas voltas para depois regressar às boxes antes de abortar a sessão.

"Decidimos não testar porque a pista estava suja, pelo que optámos por poupar pneus para amanhã," disse Elias, de volta aos comandos da RC212V de fábrica.

O mais rápido entre os homens da Honda foi Alex de Angelis, companheiro de equipa de Elias, mas aos comandos de uma versão satélite da montada da Honda. Ele apontou a rápida deterioração dos pneus como motivo para o retorno às boxes ao cabo de 15 voltas, ainda assim garantiu como melhor tempo a marca de 2m01,074s.

O estreante Yuki Takahashi foi o segundo melhor da marca na tabela de tempos, apresentando o maior número de voltas dos sexteto, enquanto o único homem com uma conclusão totalmente positiva foi Randy de Puniet, da LCR Honda, que encontrou uma posição de pilotagem melhor que aquela que lhe afectou o trabalho em Sepang.

A noite foi melhor resumida por Andrea Dovizioso, que sentiu mais a necessidade de acumular voltas apesar das condições adversas.

"Foi um dia estranho: encontrar chuva no deserto é muito pouco usual. Foi uma pena. Fizemos apenas algumas voltas apesar das condições da pista não serem boas, mas queria recolher alguns dados e estar pronto para amanhã," disse o italiano sobre as 15 voltas que efectuou.

"Esta é uma pista exigente, com longas curvas e é importante testar aqui, especialmente em preparação para o campeonato e para a primeira corrida."

Tags:
MotoGP, 2009, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Randy de Puniet, Alex de Angelis, Yuki Takahashi, LCR Honda MotoGP, San Carlo Honda Gresini, Scot Racing Team MotoGP, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›