Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simón: “Temos de manter os pés assentes na terra”

Simón: “Temos de manter os pés assentes na terra”

Julián Simón, da Bancaja Aspar, está a ter boa pré época no regresso às 125cc, mas insiste que ainda nada está garantido.

Na sequência de mais um bem sucedido no Estoril no início desta semana, Julián Simón está a revelar-se como o ponto de referência para o resto da grelha de 125cc de 2009 até ao momento – e os seus rivais vão ter de trabalhar muito no Teste Oficial de MotoGP em Jerez na próxima semana.

O espanhol regressa às 125cc este ano depois de duas épocas nas 250cc e foi o mais rápido nos três testes de pré época em que marcou presença em 2009, Jerez, Valência e Estoril.

Apesar de não ter rodado no último dia em Portugal, o seu tempo de 1m45,046s de segunda-feira foi o melhor dos três dias de ensaios da categoria mais baixa e tudo parece estar a correr de feição à sua nova equipa Bancaja Aspar.

“Fomos para o Estoril já com algum bom trabalho este ano e estou contente por termos continuado a progredir,” comentou Simón. “A informação que a equipa tinha de anos anteriores ajudou muito e senti-me muito confortável. Isso fez com que rodasse a bom ritmo durante várias voltas, mas temos de manter os pés assentes na terra porque o resto dos pilotos vai trabalhar muito para nos apanhar e estou certo que vamos ter mais um ano de grande competitividade nas 125cc nesta época.”

O jovem de 21 anos acrescentou: “Vou apenas continuar a trabalhar arduamente e no teste de Jerez vamos tentar andar em frente o máximo possível para termos todo o nosso trabalho de casa feito a tempo da primeira corrida.”

“Os tempos têm sido bons até ao momento, mas o importante é termos testado em várias condições e em pistas diferentes. Sem a equipa não teria sido capaz de fazer tempos por volta tão bons. Sempre que fui para a pista deram-me um bom concelho e a moto funcionou bem de forma consistente.”

Tags:
125cc, 2009

Outras actualizações que o podem interessar ›