Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso fala da RC212V e dos progressos do rival Lorenzo

Dovizioso fala da RC212V e dos progressos do rival Lorenzo

A duas semanas do primeiro Grande Prémio de MotoGP o piloto de fábrica Andrea Dovizioso ainda está a adaptar-se à pilotagem da Repsol Honda RC212V e a conhecer melhor os pneus Bridgestone de 2009.

Muito consistente na campanha de estreia no MotoGP em 2008, Andrea Dovizioso teve muito trabalho durante o Inverno.

Lesões por parte do novo companheiro de equipa Dani Pedrosa, menos tempo de testes a restringir o seu tempo em pista, a mudança para os pneus Bridgestone e a sua primeira oportunidade de desenvolver uma máquina de MotoGP fizeram com que a estrela italiana estivesse sob maior pressão.

Dovizioso vai trabalhar mais que nunca este fim-de-semana no Teste Oficial de MotoGP, mas ainda assim encontrou tempo para falar com o motogp.com neste sábado em Jerez. Explicando as complexidades de afinação do seu mais recente protótipo de 800cc, Dovi disse: "Não é fácil quando se muda de moto. Temos de tentar compreender a afinação da moto porque pode variar muito. O chassis muda e a potência muda, pelo que a posição de pilotagem também muda, como o guiador, a posição e o ângulo do banco."

Falando das diferenças entre as RC212V satélite e de fábrica de 2008 e a RC212V oficial de 2009, todas elas máquinas pilotadas pelo italiano nos últimos seis meses, o jovem de 23 anos afirmou: "Em alguns aspectos, em algumas partes, há diferenças, mas noutros o contraste não é muito. Por exemplo, com a potência há um grande, grande passo em frente e a estabilidade frontal faz muita diferença, mas a instabilidade traseira é similar. Também temos alguns problemas com a embraiagem, e isso é muito semelhante à minha moto de 2008."

Dovizioso apontou ainda os melhoramentos que quer levar a cabo na moto, dizendo: "O principal problema é a entrada em curva, mas penso que isso se deve apenas à instabilidade da moto e do chassis. E também temos de melhorar a entrega de potência do motor."

Questionado sobre o rival Jorge Lorenzo a sua aparentemente rápida adaptação aos pneus Bridgestone de 2009, em comparação consigo próprio, o italiano comentou: "Penso que as nossas situações são completamente diferentes. Ele tem um conjunto diferente e o Valentino ganhou por mais de 100 pontos no ano passado com aquela moto. O Dani só fez quatro corridas com os Bridgestone, pelo que não temos dados suficientes para compreendermos os pneus a 100% neste momento."

"As prestações do Jorge em testes têm sido estranhas porque nos dois primeiros dias no Qatar, e também na Malásia, não foi rápido, mas no último dia em Losail esteve mais forte. Não sei qual é a situação exacta, mas não é fácil compreender os pneus Bridgestone."

Tags:
MotoGP, 2009, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›