Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Toseland bem apesar de contratempo de queda em Jerez

   Toseland bem apesar de contratempo de queda em Jerez

Poncharal espera que o britânico regresse à acção no Commercialbank Grande Prémio do Qatar.

Tirando a volta canhão de Casey Stoner no Prémio BMW M, o maior motivo de conversa em relação à sessão de 45 minutos de treinos cronometrados foi a grande queda de James Toseland, o que obrigou à apresentação da bandeira vermelha. O piloto da Monster Yamaha Tech3 não efectuou mais voltas, mas deverá estar apto para a primeira corrida do ano dentro de duas semanas.

Falando da queda vespertina de Toseland, o Director Desportivo Hervé Poncharal revelou-se desapontado com o contratempo.

“Infelizmente ele teve hoje o mesmo tipo de queda que teve em Sepang. Ficou magoado. Foi a primeira volta cronometrada depois de ter saído da box com pneus novos. Mas felizmente parece que ele ficará bem, apesar de ter ficado imóvel na gravilha durante um bocado,” disse o gaulês.

“O James estava a recuperar da queda de Sepang; o Qatar foi um grande passo na recuperação dele e até à queda deste domingo estava tudo a correr muito melhor para ele. Ele estava num grupo onde pensamos que ele pode fazer muitos progressos.”

A equipa satélite causou impacto diferente na ronda de 2008 do Qatar, com Toseland e o companheiro de equipa Colin Edwards a partirem da primeira linha da grelha. Eles regressam ao palco desse momento de glória dentro de duas semanas, mas Poncharal tem objectivos realistas para esta jornada.

“Cair não é claramente a melhor coisa que se pode fazer antes do primeiro Grande Prémio do ano, mas sabemos que o James é um lutador. Ele vai lá estar para a primeira corrida e, mesmo sem esperarmos vencer, vamos tentar somar alguns pontos.”

Tags:
MotoGP, 2009, James Toseland, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›