Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bautista espera recuperar na segunda ronda

Bautista espera recuperar na segunda ronda

Com o objectivo de vencer o ceptro de 250cc este ano e tendo partido da pole no Qatar, Álvaro Bautista não viu a corrida desenrolar-se da forma que esperava.

O candidato ao título de 250cc da Mapfre Aspar, Álvaro Bautista foi batido pelo novo companheiro de equipa Mike di Meglio quando o francês se estreou na classe com um pódio na noite de domingo no Qatar.

O vice-Campeão do Mundo de 250cc do ano passado esteve em boa forma nos treinos no Circuito Internacional de Losail e qualificou-se na primeira posição da grelha, o que prometia grande maximização de dividendos para o espanhol na ausência de o Campeão Marco Simoncelli devido a lesão.

Mas com a forte chuva antes da corrida, que encurtou a tirada das 125cc a apenas quatro voltas e viu os comissários reduzirem a prova das quarto de litro para apenas 13 voltas, as condições da pista ficaram diferentes do inicialmente esperado, com areia e sujidade depositadas no asfalto.

Assim que acção começou Bautista fez uma péssima partida, caindo para 12º à 3ª volta. Ele lutou para recuperar até quarto a dado altura, mas acabou por ter de se contentar com a sétima posição devido ao desgaste dos pneus.

“Foi uma corrida muito complicada depois do que tinha sido um bom fim-de-semana,” disse. “Assim que fui para a primeira curva alarguei a trajectória e tive dificuldade em controlar a moto. Não me senti confortável ou confiante em qualquer momento da prova. No final o pneu traseiro estava muito desgastado e tive de ter cuidado para não cometer erros.”

Bautista continuou: “Consegui recuperar várias posições a meio da corrida e pensei que era possível lutar pelo pódio a dada altura, mas no final fiquei sem aderência e houve vários pilotos que passaram por mim.”

“Foi uma pena porque as coisas estavam a correr bem antes da corrida, por isso esperamos que da próxima vez no Japão possamos estar de volta às prestações que temos mostrados nos treinos,” acrescentou o antigo Campeão do Mundo de 125cc. “As condições da corrida foram realmente diferentes das que tivemos nos treinos e isso foi uma surpresa para nós. A afinações da moto era boa, mas não esperávamos correr com tanta areia no asfalto.”

Tags:
250cc, 2009, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR

Outras actualizações que o podem interessar ›