Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Elías animado apesar de pouco satisfatório 9º posto

Elías animado apesar de pouco satisfatório 9º posto

No regresso à San Carlo Honda Gresini Toni Eías terminou em nono em Losail na noite de segunda-feira, mas o espanhol procura resultados melhores.

Batido pelo seu novo companheiro de equipa Alex de Angelis no Circuito Internacional de Losail na segunda-feira, Toni Elías que mais que resultados de nono esta época com uma RC212V de fábrica, mas depois de lutar com a afinação da sua Honda ao longo de todo o fim-de-semana no Qatar, o espanhol não ficou muito desanimado com o resultado.

A boca corrida de De Angelis até ao sexto lugar no deserto chamou à atenção de Elías quando este cruzou a meta apenas dentro dos dez primeiros e na próxima jornada no Japão vai estar determinado em bater o novo companheiro de equipa.

O homem que partilha a box com Elías tem uma moto satélite, mas o Director Desportivo Fausto Gresini negociou apoio oficial para o jovem de 26 anos em 2009, o que significa que pode contar com ajuda da HRC antes do Polini Grande Prémio do Japão do próximo fim-de-semana, isto apesar da pressão estar do lado do piloto para apresentar resultados.

“Tendo em conta onde começámos e os problemas que tivemos este fim-de-semana, este foi um resultado decente para nós e estou contente,” disse Elías ao tirar os pontos positivos da corrida de segunda-feira e para a qual partiu de 12º. “Em termos de pontos talvez tivesse sido melhor para nós se a corrida tivesse sido cancelada aqui porque sabíamos que seria difícil para nós, mas a verdade é que se me tivesse oferecido o nono lugar na sexta-feira talvez o tivesse aceite!”

“Sou sempre melhor nas corridas que nos treinos e também foi esse o caso no Qatar, já que ganhei três lugares desde a partida,” acrescentou. “Ainda não é o tipo de resultado que queremos, mas tendo em conta a situação somámos importantes pontos.”

Tentando explicar o que o limitou no deserto arábico, Eliás afirmou: “Tivemos alguns grandes problemas com o chassis e suspensão, o que fez com que os pneus trabalhassem muito. É esse o principal problema de momento. Com a equipa e o esperado apoio da Honda vamos ver se nos conseguimos preparar melhor para o Japão.”

Tags:
MotoGP, 2009, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Toni Elias, San Carlo Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›