Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden desapontado e aborrecido com acidente com Takahashi

Hayden desapontado e aborrecido com acidente com Takahashi

Acidente na primeira volta deixa norte-americano com tempo de pista a menos.

Nicky Hayden teve um dia de trabalho curto no domingo e não da forma de que ele mais gostaria em Motegi. O “Kentucky Kid” fez pouco mais que uma volta devido a alguma exuberância do estreante da casa Yuki Takahashi.

Atirado para a gravilha pelo piloto da Scot Racing, Hayden não se mostrou interessado em ouvir a versão da história de Takahashi no calor do momento, principalmente porque ele precisa do máximo de tempo possível aos comandos da sua Ducati Desmosedici GP9.

“Ainda na gravilha tentei perguntar ao Takahashi o que é que ele estava a fazer; creio que pediu desculpa, mas não sou muito de “desculpas”. Sei que era a corrida caseira dele e, por isso, tinha muita pressão, mas isso não é desculpa para tentar ser herói e colocar uma pessoa fora de prova. É um corrida e todos nós já corremos,” disse o homem da Marlboro Ducati, um profissional que pode ser desculpado por se sentir magoado com a situação.

“Era exactamente o que não precisávamos. Fiz uma boa partida, depois à entrada para o gancho senti alguém a bater-me e foi tudo. Mais que tudo, era bom termos feito a distância da corrida, já que tenho de dar mais voltas com esta moto.”

Como consolação, apesar da queda o norte-americano estará totalmente apto para o Grande Prémio bwin.com de Eapanha do próximo domingo.

“Esta semana senti que tinha melhor comunicação e compreendi melhor as pessoas. Temos mais uma corrida esta semana e pelo menos estou em boa forma. Caí exactamente da mesma forma que no Qatar e, tirando uma grande dor de cabeça, sinto-me bem,” concluiu.

Tags:
MotoGP, 2009, POLINI GRAND PRIX OF JAPAN, Nicky Hayden, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›