Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo explica riscos corridos e queda

Lorenzo explica riscos corridos e queda

O homem da Fiat Yamaha aponta a falta de confiança e de aderência dos pneus para queda já perto do final da corrida de Jerez.

Tendo chegado ao Grande Prémio bwin.com de Espanha como líder do Campeonato do Mundo, Jorge Lorenzo estava apostado em dilatar a vantagem na frente da classificação com a primeira vitória em casa na categoria rainha. Ele largou da pole e fez tudo para tentar acompanhar Valentino Rossi e Dani Pedrosa assim que estes se isolaram na frente, mas no final o espanhol pagou caro os demasiados riscos que correu.

Lorenzo caiu com a sua Yamaha M1 quando tentava desesperadamente apanhar Casey Stoner, seu rival na luta pelo terceiro posto. Era uma situação de tudo ou nada para o espanhol, que depois explicou que as probabilidades estavam contra ele desde muito antes do início da corrida.

“A partida foi boa para mim, uma vez que perdi apenas duas posições, pelo que não se tratou de um problema de falta de ritmo da minha parte. Desde o warm up que sabia que havia algo que não estava perfeito; a traseira e a frente não me transmitiram qualquer confiança e quando isto acontece é difícil rodar com suavidade,” explicou Lorenzo, que celebra o 22º aniversário na segunda-feira.

“Para contrariar o problema roda-se de forma demasiadamente agressiva e é aí que se tem de mudar e se trava quando não se deve. Perdi terreno para os líderes e sempre que me aproximava do Casey ele melhorava os tempos. Foi difícil lutar contra isso e tive de correr riscos para o acompanhar. No final, o meu pneu frontal entregou a alma ao criador e caí.”

Lorenzo tem agora de esperar duas semanas para rectificar os efeitos do erro na próxima jornada que tem lugar em Le Mans.

Tags:
MotoGP, 2009, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA, Jorge Lorenzo

Outras actualizações que o podem interessar ›