Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Toseland com problemas a resolver

Toseland com problemas a resolver

O britânico continuar a querer melhorar as prestações em qualificação.

James Toseland teve mais um fim-de-semana problemático no Grande Prémio bwin.com de Espanha e o piloto da Yamaha satélite terminou com apenas três pontos depois de se ter qualificado em 13º grelha, terminando na mesma posição.

Os apoiantes de Toseland, e também a sua equipa, esperavam que ele melhorasse na sua segunda temporada no MotoGP depois de ter ficado a conhecer a maior parte das pistas do calendário no ano passado, pelo que os resultados neste início de 2009 foram uma grande desilusão com apenas um Top 10 até ao momento.

O piloto da Monster Yamaha Tech 3 lutou para encontrar o ritmo na pré época, com duas fortes quedas na Malásia e Jerez a não ajudarem a causa. O piloto de 28 anos ainda não conseguiu brilhar com os pneus Bridgestone de 2009 e a qualificação é uma área específica de preocupação.

Tendo começado as três corridas já disputadas em 2009 de 14º (Qatar), 10º (Japão) e 13º (Espanha), os seus recentes resultados de qualificação contrastam muito com os conseguidos no início da sua época de estreia no ano passado – segundo, oitavo e sexto – no que foi um forte arranque de carreira no MotoGP.

Toseland rodou para um modesto 13º lugar final em Jerez, incapaz de progredir mais ao longo de pelotão e sem conseguir encontrar uma afinação confortável para a sua YZR-M1 ao longo do fim-de-semana. Ele defendeu-se bem dos ataques de Alex de Angelis, mas quererá subir na classificação nas próximas corridas.

“Foi um fim-de-semana complicado e temos alguns problemas a resolver,” reflectiu o antigo campeão de Superbikes. “Ainda estamos a testar algumas coisas na moto e ainda estou à procura de afinação confortável para a duração da corrida. Ainda necessita de um segundo e pouco no ritmo de corrida, mas tenho de resolver também a qualificação porque estou a dar-me muito mais trabalho por estar tão atrás. Não é preciso estar muito longe, mas numa categoria tão competitiva como esta se partimos detrás ficamos atrás.”

Actualmente em 14º da geral, Toseland acrescentou: “Não foi um grande início de época, mas não creio que estejamos muito longe. Temos muitos dados de Jerez e estamos a eliminar as coisas que sabemos que não funcionam. Acredito que estamos perto de encontrar a afinação que necessito e vamos continuar a trabalhar arduamente para a encontrarmos.”

O patrão da Tech3 Hérve Poncharal reiterou o mesmo tipo de mensagem, dizendo: “Os tempos por volta dele em corrida não foram muito mais, mas é claro que temos de melhorar a qualificação. Ele é capaz de prestações muito mais fortes, mas é difícil quando a qualificação não é boa. O início das corridas agora é crucial e a qualificação é algo em que ele vai trabalhar com a equipa dele.”

Tags:
MotoGP, 2009, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA, James Toseland, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›