Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Talmacsi desiste do GP de França e separa-se da Aspar

Talmacsi desiste do GP de França e separa-se da Aspar

O Campeão do Mundo de 125cc de 2007 Gabor Talmacsi não vai alinhar este fim-de-semana em Le Mans devido a desacordo contratual.

Uma declaração tornada pública na quinta-feira pela empresa responsável pela gestão de Gabor Talmacsi, a Faster, revela que o piloto húngaro não vai alinhar no Grande Prémio de França deste fim-de-semana e que o contracto de dois anos com o grupo Aspar foi cancelado.

Jorge Martinez “Aspar” e o seu pessoal colaboraram com sucesso com Talmacsi durante mais de dois anos – vencendo o título de 125cc em conjunto em 2007 – e o piloto tem competido este ano pela Balatonring Team sob a supervisão da Aspar nas 250cc.

Contudo, a empresa que gere Talmacsi apontou a “falta de uma segunda moto” e a “mudança dos direitos de representação na imprensa para um lado” como os motivos principais para a anulação do contrato.

O próprio Talmacsi afirmou: “A minha vida são as corridas. Mas chegámos ao ponto em que tínhamos de reavaliar a situação. Desde o Qatar que isto me tem influenciado constantemente porque é difícil rodar a 250 km/h na pista enquanto a nossa atenção e necessária concentração estão sempre a ser levadas para problemas como este. Não sei o que o futuro nos reserva, mas só pode ser melhor que o presente.”

Stefano Favaro, o manager de Talmacsi, acrescentou: “Desde a temporada 2007 do Campeonato do Mundo que temos trabalhado com a equipa de Jorge Martinez e, continuo a dizer, assinar contrato com a equipa Aspar foi uma das nossas melhores decisões. Os problemas começaram quando, no início desta época, não surgiu a segunda moto. Depois este problema pareceu ficar resolvido quando o Sr. Martinez, em conjunto com os novos patrocinadores da equipa – o Grupo Milton e a Logistic Land – prometeram cobrir o dinheiro de patrocínios que estavam em falta, o que faria com a segunda moto estivesse disponível em Jerez. Mas nada aconteceu.”

Favaro continuou: “Depois, sem a nossa permissão, alguns direitos que eram exclusivos da Faster Management há anos, foram transferidos para terceiros e esqueceram-se de nos informar disso. De acordo com o contrato assinado com a Aspar Team, as partes deviam ter discutido as condições do novo contrato. Em conjunto com o Gabor decidimos terminar o nosso contrato e agora vamos tentar encontrar outra solução. Os actuais parceiros do Gabor, liderados pelo patrocinador principal MOL, e contando ainda com a T-Mobile, Henkel Hungary e a Cervejeira Dreher Sorgyarak, já nos garantiram o seu apoio.”

Tags:
250cc, 2009, GRAND PRIX DE FRANCE

Outras actualizações que o podem interessar ›