Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo espantado com vitória em corrida difícil

Lorenzo espantado com vitória em corrida difícil

Numa das mais desafiantes corridas desde que se tornou piloto da classe rainha, Jorge Lorenzo fez um bom trabalho em Le Mans.

Trocando de mota durante a corrida pela primeira vez na sua carreira no domingo no Grande Prémio de França, Jorge Lorenzo soube escolher o momento certo para mudar para slicks. Após ter assegurado a liderança logo na primeira volta, foi o último piloto a trocar para slicks, vencendoa quarta ronda do Campeonato com uma confortável vantagem.

O triunfo em condições difíceis este domingo foi o terceiro primeiro lugar que Lorenzo consegui alcançar na classe rainha e o segundo desta temporada, regressando de forma brilhante depois da queda na véspera do seu 22º aniversário, há duas semanas, em Jerez.

Rodando no limite em França, Lorenzo não mostrou sinais de falta de confiança depois do revés em Espanha e recuperou a liderança do Campeonato, graças ao facto do seu companheiro de equipa na Fiat Yamaha, Valentino Rossi, não ter conseguido pontuar, tendo afirmado:

“Foi muito difícil porque eu não estou habituado a trocar de mota no meio da corrida, foi a primeira vez que o fiz na minha vida. Estou grato pela vitória porque fui mais rápido com pneus de chuva e também com os pneus para piso seco. Sabia que seria assim difícil, porque temos de trocar de mota no momento certo, se o fazemos uma volta mais tarde podemos perder. Trocámos na hora certa e estamos de volta à liderança.”

Aliviado por poder colocar Jerez definitivamente para trás das costas, Lorenzo referiu ainda: “Depois disso, tudo estava escuro na minha cabeça, mas ao fim de alguns dias comecei a concentrar-me nesta corrida. Tenho corrido bem durante todo o fim-de-semana, especialmente hoje. Se em Espanha estive mal na corrida, aqui fui capaz de fazer o meu melhor e correr da forma que sei. Também tive alguma sorte, porque era fácil cair.”

Depois de regressar à liderança do Campeonato, Lorenzo explicou: “Bem, nos meus sonhos isto não poderia acontecer, mas está a acontecer na realidade. Eu venci e Rossi caiu. Não gosto que ele tenha caído, porque é o meu companheiro de equipa, mas às vezes acontece e sabemos que ele será um rival muito perigoso no Campeonato. Por isso, temos que continuar concentrados.”

Tags:
MotoGP, 2009, GRAND PRIX DE FRANCE, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›