Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi reflecte sobre um dia complicado

Rossi reflecte sobre um dia complicado

Uma queda, uma penalização, três trocas de motas e zero pontos em Le Mans deixaram Valentino Rossi com muito em que pensar.

É difícil imaginar como é que o Campeão do Mundo Valentino Rossi poderia ter tido uma corrida mais complicada no Grande Prémio de França no domingo.

O piloto da Fiat Yamaha foi à pit line em quatro ocasiões diferentes em Le Mans, três vezes para trocar de mota e uma devido a uma penalização, depois de ter falhado uma trajectória e caído à quinta volta, obrigando-o a fazer a mudança para slicks mais cedo.

A quinze dias da sua corrida caseira no circuito que tanto gosta de Mugello, a estrela italiana caiu para segundo no Campeonato, enquanto o seu companheiro de equipa, Jorge Lorenzo, subiu para o topo da classificação com mais um ponto, graças à vitória em França.

Recordando o que aconteceu no domingo, Rossi comentou: “Tive dificuldades desde o início e não consegui levar a minha mota ao máximo. Na quarta volta senti que estava muito lento e não conseguia andar como queria. Decidi trocar de mota cedo, porque normalmente essa estratégia resulta. Sabia que tinha de aquecer os pneus um pouco mais, mas acabei por cair naquela curva, porque a pista ainda estava molhada e não guiei de uma forma suficientemente calma.”

E continuou: “Felizmente, consegui regressar à box e, mais tarde, voltei a trocar, mas as regras dizem que se queremos mudar de mota novamente, então temos de utilizar um pneu para chuva, e foi o que fiz. Quando regressei à pista dessa vez, o limitador de velocidade na minha mota não estava ligado, por isso, fui penalizado por excesso de velocidade, mas, de qualquer forma, nessa altura também já era tarde demais.”

Lembrando o resultado da quarta corrida, Rossi acrescentou: “Tivemos problemas durante todo o fim-de-semana com a afinação da mota e eu esperava conseguir manter-me junto aos pilotos da frente e conseguir alguns pontos importantes para o Campeonato. Agora vamos para Mugello, a minha corrida caseira, onde talvez vá estar ainda mais motivado do que o costume!”

Tags:
MotoGP, 2009, GRAND PRIX DE FRANCE, Valentino Rossi, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›