Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner: “Não atingimos o nosso potencial”

Stoner: “Não atingimos o nosso potencial”

O piloto Ducati sentiu-se restringido por problemas no seco e no molhado em Le Mans.

Quando Casey Stoner desceu de segundo para sétimo nos momentos iniciais da corrida de MotoGP no Grande Prémio de França no domingo foi óbvio para todos que tinha um problema com a sua Desmosedici GP9.

A estrela australiana apontou falta de aderência com pneus de chuva enquanto o asfalto secava, mas teve de jogar pelo seguro e só trocou para slicks quando a pista ficou suficientemente seca.

O Campeão do Mundo Valentino Rossi foi apanhado por trocar de moto demasiado cedo e Stoner, inicialmente, ficou descansado por ter feito a mudança de moto a meio da corrida, mas depois sentiu problemas com o amortecedor da direcção da segunda moto, o que lhe custou tempo na parte seca da pista.

Ele conseguiu resolver o problema por si próprio e ultrapassou o compatriota Chris Vermeulen para chegar a quinto a dez voltas do fim, por aí ficando até à bandeira de xadrez para somar importantes 11 pontos e ficar empatado com Rossi no Campeonato a 65 pontos – a um do vencedor da corrida de domingo Jorge Lorenzo.

“Estou muito desapontado porque não creio que tirámos total partido do nosso potencial no domingo,” reflectiu Stoner. “A moto de chuva com que começámos teve um grande problema e não tive tracção na volta de aquecimento. Nunca me senti confortável e estava a perder muito tempo, mas não o suficiente para entrar e trocar para slicks.”

Ele continuou: “Depois, quando troquei para a minha outra moto, tive um problema com o amortecedor da direcção e ao cabo de quatro voltas tive de desacelerar na recta para o resolver. Depois disso senti-me muito melhor, a moto estava mais confortável e consegui rodar nos limites. Penso que se não fosse isso teríamos conseguido lutar pelo pódio hoje, mas infelizmente estas coisas acontecem de vez em quanto e temos apenas de esperar que tudo funcione melhor da próxima vez.”

Já com a mente na quinta jornada dentro de menos de duas semanas, Stoner concluiu: “Agora estou mesmo desejoso por Mugello, uma das minhas pistas preferidas. Já consegui bons resultados lá e sinto que temos um conjunto um pouco melhor este ano em comparação com a última época, pelo que devemos conseguir lutar na frente.”

Tags:
MotoGP, 2009, GRAND PRIX DE FRANCE, Casey Stoner, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›