Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gadea não se está a centrar na corrida ao título de 125cc

Gadea não se está a centrar na corrida ao título de 125cc

O espanhol está a abordar a campanha de 2009 numa óptica de corrida a corrida.

O experiente piloto de 125cc Sergio Gadea tem passado por altos e baixos nas últimas épocas. O terceiro piloto da dominante formação Aspar em 2007, o espanhol ficou atrás de Gabor Talmacsi e Héctor Bautista na corrida ao título, e uma época desastrosa em 2008 (tirando a vitória na primeira corrida do ano ano, provocaram algumas questões quanto ao seu futuro nos Grandes Prémios.

Com Jorge Martinez “Aspar” a dar-lhe uma última oportunidade, a jovem estrela está agora na luta pela coroa do Campeonato do Mundo de 2009. Uma vitória no Alice TT Assen solidificou as suas credenciais e colocou-o a 20 pontos do líder e companheiro de equipa Julián Simón e Gadea está de novo a divertir-se como piloto competitivo.

“De momento não estou a pensar no título,” disse esta semana enquanto gozava a paragem das 125cc desde a última ronda.

“O plano é continuar a atingir objectivos de curto prazo e de momento estou a divertir-me aos comandos da moto como se fosse um miúdo. Tenho a garra que perdi no ano passado e isso é muito bom. O tempo dirá se posso ganhar o Campeonato do Mundo e, se não, então terei pelo menos um ano para me recordar durante o resto da minha vida.”

Para Gadea ganhar o título terá de levar a melhor sobre os companheiros de equipa Simón e Bradley Smith, bem como à estrela italiana Andrea Iannone. As relações entre Talmacsi e Faubel pioraram na época de 2007, mas por agora há união na Bancaja Aspar.

“A atmosfera na box é muito boa. Pessoalmente foco-me no meu trabalho com os mecânicos e não penso muito em todo o resto. O Julián e o Bradley também. É a única forma de conseguir resultados: trabalhar arduamente e não perder a concentração,” explicou Gadea.

“Todo nós na frente estamos a tentar ser o mais consistentes possível. O Smith provou ser forte e sabe quando lutar pela vitória e quando se contentar com o melhor resultado possível. O Julián é muito rápido e adaptou-se à mudança de classe e pensava que a diferença entre ele e nós seria maior, não fossem alguns erros que cometeu. O Iannone é tão rápido como agressivo, mas também cometeu alguns erros caros.”

A classe de 125cc regressa à acção no Alice Motorrad Grande Prémio da Alemanha na próxima semana, uma corrida onde Gadea só terminou por uma vez nos dez primeiros – em 2006.

Tags:
125cc, 2009, ALICE MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Sergio Gadea, Bancaja Aspar Team 125cc

Outras actualizações que o podem interessar ›