Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa animado antes de visita a Sachsenring

Pedrosa animado antes de visita a Sachsenring

De volta ao cenário da queda que lhe mudou a época de 2008, Dani Pedrosa regressa à Alemanha este fim-de-semana depois de ter colocado ponto final na ausência de vitórias na última ronda, em Laguna Seca.

Quando Dani Pedrosa se destacou na liderança da corrida de Sachsenring no ano passado parecia estar a caminho de aumentar a vantagem na frente da classificação, mas a cara queda no molhado no final da recta da meta viu-o perder a primeira posição no campeonato, contrair uma lesão na mão e perder ritmo na corrida ao ceptro.

Na verdade, o pesadelo da sequência de acidentes e lesões começou nesse momento, pelo que o resultado da última jornada em Laguna Seca foi muito importante para a estrela espanhol que voltou aos triunfos pela primeira vez em mais de um ano.

Pedrosa respondeu de forma perfeita à pressão que foi crescendo sobre si enquanto piloto de fábrica da Honda, liderando de início a fim nos Estados Unidos sem nunca olhar para trás. Enquanto os seus jovens rivais na corrida ao título Jorge Lorenzo e Casey Stoner sofreram grandes quedas em Laguna, Pedrosa conseguiu finalmente viver um fim-de-semana muito produtivo e averbar o máximo de pontos, o que o faz ir para o Alice Motorrad Grande Prémio da Alemanha a acreditar que vai “exorcizar” mais demónios.

De facto, e apesar do contratempo do ano passado, Pedrosa tem bom conjunto de resultados na Alemanha, com três vitórias em Grandes Prémios no circuito – duas vezes nas 250cc, em 2004 e 2005, e depois no MotoGP em 2007. Ele vai necessitar de mais um resultado de topo para anular parte dos 59 pontos de atraso que tem para Valentino Rossi na classificação geral.

“Já tive bons resultados nesta pista e vou muito confiante para o fim-de-semana de corrida em Sachsenring porque há muito que não estávamos em tão boa forma,” afirmou a estrela da Honda. “A vitória de Laguna Seca foi mesmo importante para mim e para a equipa porque prova que temos progredido e agora temos ritmo para ganhar corridas.”

Pedrosa continuou: “Contudo, não podemos assumir nada como garantido e estou certo que os nossos rivais vão estar muito fortes de novo e determinados a dar luta. Gosto da pista de Sachsenring e, apesar do que aconteceu no ano passado, penso que podemos voltar a estar competitivos aqui.”

Tags:
MotoGP, 2009, ALICE MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›