Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Indesejado hat trick para Dovizioso na Alemanha

Indesejado hat trick para Dovizioso na Alemanha

O italiano desistiu pela terceira vez consecutiva esta época.

Sem precedentes na carreira de MotoGP, Andrea Dovizioso averbou o indesejado terceiro abandono consecutivo da época em Sachsenring.

Ao contrário das anteriores jornadas de Assen e Laguna Seca, desta vez o piloto da Repsol onda não teve muito a dizer sobre a desistência da corrida germânica. Enquanto esses dois Grandes Prémios terminaram cedo devido a quedas, na Alemanha foi o desgaste excessivo dos pneus e problemas eléctricos que o forçaram a regressar às boxes.

“Precisávamos de um resultado forte aqui e no início da corrida consegui rodar a bom ritmo,” disse Dovizioso depois da sua mais recente desilusão e que o levou a cair para sétimo da geral.

“Fiz uma boa partida desde a quarta linha e passei seis pilotos na primeira volta – depois consegui passar o (Jorge) Lorenzo para subir a quarto na terceira volta. Nessa altura rodei em 1m22,7s, foi então, durante a quarta volta, que a frente falhou na curva 8 e alarguei a trajectória.”

A partir desse momento tratou-se mais de uma questão Dovizioso vs. deterioração do pneu do que da luta com os demais rivais em pista. O companheiro de equipa Dani Pedrosa e o piloto satélite Gabor Talmacsi também sentiram a mesma dificuldade, mas no caso do italiano os problemas foram ainda agravados por complicações mecânicas – de tal forma que teve de abandonar.

“Poucas voltas depois disto a prestação da frente caiu a pique. Isso fez com que não me pudesse inclinar ou travar de forma normal, pelo que foi muito difícil controlar a moto. A partir desse momento o objectivo passou a ser terminar a corrida, mas a cinco voltas do final tive um problema eléctrico na moto e tive de encostar.

“É claro que estou mesmo desapontado com o resultado porque sentia-me rápido aqui e sentia-me bem com a moto. Tínhamos mesmo o potencial para um bom resultado aqui, que é o que necessitamos neste momento,” confessou Dovizioso, cuja época deu uma volta para o lado negativo após promissor início de ano.

Tags:
MotoGP, 2009, ALICE MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›