Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Toseland reconhece haver pressão para continuar a correr

James Toseland admite que está sob pressão para apresentar bons resultados durante o resto da época para poder continuar no MotoGP.

A estrela britânica da Monster Yamaha Tech 3 James Toseland estava animado no encontro de pré evento de quarta-feira em Viena, antes do Cardion AB Grande Prémio da República Checa, mas reconhece que tem de repetir a boa forma apresentada em Donington antes da paragem de Verão caso queira continuar no MotoGP.

O piloto assinou o seu melhor resultado da época com o sexto posto em casa há pouco mais de duas semanas, mas ainda está em 12º no campeonato e tem de subir na classificação nas últimas sete corridas de 2009 para manter o seu patrão na Yamaha contente.

Antes da acção de Brno Toseland disse: “Não queria a paragem de Verão, queria ir directamente de Donington para Brno para manter o ritmo. Tive um início complicado, com algumas quedas e lesões nos testes de Inverno e foi bom ver as coisas voltarem a melhorar agora. Tenho de fazer as coisas funcionarem bem para continuar no MotoGP.”

Sobre as especificidades da República Checa Toseland acrescentou: “Em Brno a moto parece sempre estar lenta porque a pista é muito rápida e larga e é muito diferente de correr em Donington. Com a ondulação, a última subida para a última chicane é, talvez, uma das pistas mais onduladas do calendário, sem contar com Laguna Seca. É um traçado de que todos gostam, é mesmo uma pista de piloto.”

Enquanto isso, notando a impressionante atmosfera no centro de Viena na quarta-feira, afirmou: “As pessoas aqui, mesmo sendo um dia de semana, apareceram em força, é incrível. Brno também foi sempre bom em termos de muito público, já cá estive com as SBK e o MotoGP e eles adoram mesmo o motociclismo, pelo que é um local incrível para correr.”

Tags:
MotoGP, 2009, James Toseland, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›