Compra de bilhetes
VideoPass purchase

A época até ao momento: Casey Stoner

A época até ao momento: Casey Stoner

O australiano da Ducati Marlboro, antigo Campeão do Mundo, está a preparar o regresso à acção depois de uma paragem nas corridas devido a problemas físicos.

O soberbo início do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2009 de Casey Stoner na corrida nocturna do Circuito Internacional de Losail não deram sinais da complicada temporada que o australiano tinha pela frente nos meses seguintes.

O jovem australiano entrou forte no ano, com a pole na primeira corrida da época e um hat-trick de triunfos consecutivos no Qatar, isto depois da chuva torrencial ter obrigado ao cancelamento da prova na noite de domingo e levado ao adiamento para segunda-feira.

Já na segunda ronda no Japão Stoner não conseguiu repetir o sucesso do Qatar e após fraca partida da segunda linha da grelha só logrou terminar em quarto, cedendo assim a liderança inicial a Jorge Lorenzo.

No Grande Prémio bwin.com de Espanha o homem de fábrica da Ducati cruzou a meta em terceiro para garantir o primeiro pódio em Jerez, mas na ronda seguinte, em França, lutou arduamente na chuva em Le Mans para terminar em quinto o complicado evento. Esses resultados deixaram Stoner empatado com Valentino Rossi na segunda posição da classificação, atrás de Lorenzo.

Seguiu-se a viagem a Mugello, casa para a Ducati e circuito onde antes nunca ninguém tinha conseguido o herói italiano Rossi desde 2001. Noutra luta molhada e seca os pilotos voltaram a ter de trocar de montadas a meio da prova e desta vez Stoner acerto, dando à Ducati o primeiro triunfo na categoria rainha no belo traçado da Toscana.

A sexta jornada na Catalunha foi um fim-de-semana chave na história da época de Stoner e infelizmente pelos motivos errados. Uma corrida incrivelmente dura viu Rossi bater Lorenzo na última curva, com um exausto Stoner a terminar em terceiro com Andrea Dovizioso colado na sua roda.

Rossi, Lorenzo e Stoner ficaram empatados na primeira posição do campeonato, mas este último viu-se afectado por um vírus durante todo o fim-de-semana e que, no final da corrida, obrigou a que fosse visto pelos médicos ainda antes de subir ao pódio.

Duas semanas depois o alarme voltou a soar em Assen quando Stoner voltou a ser terceiro atrás de Rossi e Lorenzo, uma vez mais severamente exausto no final e descendo para terceiro da geral. O piloto de 23 foi directamente para do pódio para a sua motorhome onde o Dr. Claudio Macchiagodena, da Clínica Móvel, o tentou hidratar e ajudá-lo a recuperar a tempo da viagem através do Atlântico para o exigente embate californiano de Laguna Seca.

Na primeira das duas visitas do ano à América Stoner voltou a ser afectado pela doença no último terço da corrida e não conseguiu correr ao nível que lhe é habitual. Atrás do vencedor da corrida Dani Pedrosa e da dupla da Fiat Yamaha Rossi e Lorenzo, o australiano apagou-se nos momentos finais e terminou em quarto.

Com o resto do paddock a regressar à Europa para correr em Sachsenring, Stoner ficou na Califórnia para uma série de exames, mas os médicos não conseguiram encontrar remédio para o que lhe diagnosticado como ligeira gastrite e anemia suave.

Produzindo mais um bravo esforço na Alemanha, enquanto tentava forçar o regresso à luta pelo título, Stoner liderou a corrida durante dez voltas, mas desta pareceu ser a deterioração dos pneus, e não os problemas físicos, a impedirem um eventual vitória. Voltou a ser quarto atrás do mesmo trio de Laguna Seca.

Contudo, as coisas não podia correr muito pior do que correram no fim-de-semana seguinte. Com a última visita do MotoGP a Donington Park, o típico Verão britânico e mais outra corrida molhada e seca fizeram com que escolha de pneus fosse determinante, mas a Ducati voltou a errar com Stoner e o companheiro de equipa Nikcy Hayden a partirem com penus de chuva enquanto o resto da grelha ficou com pneus de seco. A pista nunca ficou suficientemente molhada para a escolha feita e Stoner terminou em 14º.

Após o Grande Prémio de Inglaterra a Ducati anunciou que tinha decidido dar a Stoner descanso total, na sequência de uma visita a médicos no Austrália, e que o piloto falharia as provas de Brno, Indianápolis e Misano para recuperar.

Em consequência disto caiu para quarto da geral, a sete pontos de Pedrosa, mas com quatro provas ainda pela frente vai regressar à acção no bwin.com Grande Prémio de Portugal determinado a redescubrir a competitividade – e terá certamente uma forte recepção por parte dos demais pilotos e dos resto do paddock de MotoGP.

Tags:
MotoGP, 2009, Casey Stoner, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›