Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo grato por ter escapado ileso

Lorenzo grato por ter escapado ileso

Jorge Lorenzo pode ter dado importante terreno ao rival Valentino Rossi na luta pelo Campeonato do Mundo, mas o espanhol não se mostrou abatido após a queda em Phillip Island.

A desistência no Iveco Grande Prémio da Austrália no domingo devido a queda deixa Jorge Lorenzo a 38 pontos do líder do campeonato Valentino Rossi, mas o espanhol opta por retirar os pontos positivos da experiência de Phillip Island.

Lorenzo tocou na moto de Nicky Hayden, da Ducati Marlboro, à entrada da curva 1 na primeira volta e foi parar à gravilha, o que fez com que o segundo posto de Rossi atrás de Casey Stoner tenha deixado o italiano ainda mais isolado na frente da classificação.

“Fiz uma boa partida porque estava muito perto do Nicky e não esperava que ele travasse tão depressa, por isso toquei nele e não consegui manter-me na moto,” explicou Lorenzo. “O meu travão dianteiro partiu-se e não consegui travar na curva. Tinha duas opções: ir a direito e tentar fazer a curva. Tentei fazê-la, mas não tinha travão e o pneu traseiro perdeu aderência, pelo que caí. Magoei-me um pouco no nariz e num dedo, mas podia ter sido pior.”

Lorenzo recusou deixar que a desilusão da perda de pontos na corrida pelo título se sobrepusesse ao facto de ter escapado sem lesões graves.

“Não, isso não é o mais importante, porque acontece,” disse em relação à mais dilatada vantagem de Rossi. “Era difícil vencer o título, mas caí. O mais importante é a minha saúde, mas agora estou um pouco menos saudável!”

Tags:
MotoGP, 2009, Iveco AUSTRALIAN GRAND PRIX, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›