Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Spies: Valência ‘é o primeiro passo’ para 2010

Spies: Valência ‘é o primeiro passo’ para 2010

Ben Spies vai aproveitar a participação como wild card na corrida de domingo em Valência para recolher importantes conhecimentos sobre a Yamaha YZR-M1.

Fazendo parte da grelha do Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana deste fim-de-semana como piloto único de uma equipa de fábrica da Yamaha, Ben Spies está desejoso por se familiarizar com a YZR-M1 enquanto se prepara para se juntar à Tech 3 a tempo inteiro em 2010.

A Yamaha anunciou no início de Outubro que o texano iria alinhar na última ronda de 2009 e a oportunidade de conhecer a moto em ambiente competitivo antes do teste de final da época no Circuito Ricardo Tormo é um bónus extra para Spies.

“Para mim, este fim-de-semana é o primeiro passo para o próximo ano,” explicou Spies. “Quando soube que íamos correr aqui aqui no próximo ano e no seguinte perguntei à Yamaha se era possível participar como wild card para ter mais tempo na moto – basicamente, são mais três dias de testes. Com a limitação dos ensaios no próximo ano é importante. O primeiro teste para mim são terça-feira e quarta-feira após esta corrida e será mesmo um teste, em vez de um primeiro contacto com a moto. É a principal razão para mim.”

Spies continuou: “Aqui em Valência não sou a pessoa para ganhar a corrida, ou com uma meta estabelecida, como o Jorge Lorenzo, Valentino Rossi ou o Casey Stoner. Esses são os tipos da frente e não tenho nada a provar neste momento. Não há menor hipótese de fazer alguma coisa como eles estão a fazer agora, é quase impossível. Por isso, vou com o objectivo de conhecer a moto e divertir-me. A minha época já acabou, pelo que esta corrida é mais divertimento.”

Duas sessões de treinos serão o bastante para Spies ser capaz de estabelecer um objectivo claro para a corrida de domingo, como o próprio admite.

“Saberei mais na tarde de sábado quanto ao que é possível,” comentou Spies. “Ficaria muito contente com um resultado nos dez primeiros no minha estreia com a moto; mas isso também será muito difícil. Ainda não sei, depois da qualificação penso que saberei um pouco melhor quais são as minhas possibilidades para a corrida.”

“Não se pode comparar uma moto de GP a uma SBK, são totalmente diferentes, pelo que ainda é uma Yamaha, mas é uma moto totalmente nova para mim. Só com umas três horas de pista e depois a corrida será difícil aprender tudo depressa, pelo que vamos levar o nosso tempo.”

Tags:
MotoGP, 2009, GP GENERALI DE LA COMUNITAT VALENCIANA, Ben Spies, Sterilgarda Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›