Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner mantém optimismo, mesmo depois de ter falhado corrida

Stoner mantém optimismo, mesmo depois de ter falhado corrida

Não ter corrido em Valência foi para Casey Stoner uma forma decepcionante de terminar a temporada, mas o australiano prefere tirar uma lição da sua experiência no domingo.

Depois de ter caído durante a volta de warm-up do Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana, Casey Stoner já não conseguiu alinhar da grelha de partida, onde detinha a pole position.

Foi um final de temporada frustrante para o piloto de 24 anos, que tinha regressado há poucas semanas de uma paragem forçada devido a um problema de fadiga e arrecadado, entretanto, um segundo lugar e duas vitórias nas suas três últimas corridas.

Ansioso por uma nova vitória em Valência depois do triunfo em Philip Island e em Sepang, um problema com a temperatura dos pneus da Desmosedici GP9 do piloto da Ducati Marlboro atirou-o para fora da mota e impediu-o de participar no 17º Grande Prémio da temporada de 2009.

“Obviamente que esta é uma frustrante e desapontante forma de acabar uma temporada. Houve muitos altos e baixos durante este ano e acabámos num momento baixo, mas aprendemos uma lição para a próxima época”, disse Stoner.

“Utilizámos a mesma estratégia durante dois anos e nunca tivemos um problema até hoje, mas penso que é melhor ter acontecido aqui que na primeira corrida da próxima temporada no Qatar. O importante é que depois das vitórias na Austrália e na Malásia, mostrámos o nosso ritmo aqui em Valência e sabemos que temos tudo para ser competitivos no próximo ano se fizermos as coisas certas durante o Inverno. Agora estou ansioso por trabalhar na mota nos próximos três dias e, depois, passar dois meses a cuidar da minha forma física, pois não consigo dedicar-me a mim próprio a cem por cento desde há muito tempo.”

Ansioso pela nova temporada, Stoner continuou: “Sabemos que o próximo ano vai ser duro, mas estamos confiantes que poderemos lutar novamente. Quero deixar os meus agradecimentos para todas as pessoas da equipa: para Filippo [Prezioni] (Director Técnico da Ducati Corse) e todos os outros na Ducati Corse por me darem uma mota que foi competitiva, mesmo quando eu próprio não o estava, e por terem trabalhado tanto para que tudo estivesse bem quando regressei. Quero também agradecer Lívio Suppo (Director de Equipa), que vai deixar a equipa, por todo o apoio que me deu desde que eu vim para a Ducati e, especialmente, durante os momentos difíceis desta temporada.”

Tags:
MotoGP, 2009, GP GENERALI DE LA COMUNITAT VALENCIANA, Casey Stoner, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›