Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simón revê época de conquista do título

Simón revê época de conquista do título

Julián Simón falou da época de 2009, aquela que o viu ser coroado Campeão do Mundo de 125cc.

Para muitos pilotos não há melhor que garantir a conquista de um Campeonato do Mundo, mas para Julián Simón a época de 2009 nas 125cc ainda contou com mais um feito. Tendo descido de categoria depois de dois anos nas 250cc, a decisão do piloto de Villacañas foi justificada com estilo ao ganhar sete corridas a caminho do ceptro.

Com apenas dois pódios antes do início desta temporada – uma vitória em Donington em 2005 e um terceiro lugar no Japão em 2006, ambos nas 125cc – um total de 12 pódios ao longo da campanha de 2009 foi a base da consistência que levou Simón ao sucesso.

“Foi uma época incrível. Vi toda a minha equipa no ecrã de TV e foi um momento especial para mim,” disse o piloto de 22 em relação ao momento em que garantiu o título com a quinta vitória do ano em Phillip Island, após dura luta pelo triunfo com o companheiro de equipa na Bancaja Aspar Bradley Smith no circuito australiano. “Entrei na curva muito próximo dele (Smith) e pensei “Vou tentar”. Sabia que se o passasse vencia o Campeonato. Se não, também não havia problema, o segundo lugar era muito bom para o Campeonato.”

Simón acrescentou: “Foi incrível. Também me lembrei dos últimos seis anos sem pódios, sem vitórias e agora tinha conquistado o Campeonato do Mundo, pelo que foi um momento incrível para mim.”

Falando da decisão de regressar às 125cc Simón disse: “Quando testei a 125cc pela primeira vez estava muito confiante na equipa. São como uma família, trabalharam muito bem e tinham boa experiência nas 125cc, pelo que no momento pensei que era possível fazer um boa temporada.”

“Cheguei à frente muito depressa, com uma pole no Qatar, e também com bom resultado no Japão. Nessa altura estava mentalmente forte. Cheguei a Jerez na frente do Campeonato do Mundo, mas quando caí lá pensei que precisava de estar mais tranquilo e trabalhar de forma diferente em todas as corridas, pelo que algo mudou.”

Ele acrescentou em relação às vitórias consecutivas a meio da época: “As corridas mais importantes do ano foram Donington Park e Alemanha.”

Agora que conquistou o ceptro das 125cc, Simón vai passar para a Moto2 para se estrear na primeira época da nova classe, continuando com a equipa Aspar.

“A Moto2 é totalmente diferente das 250cc,” disse Simón. “Será difícil, mas a Aspar tem um projecto muito bom com um chassis Aprilia, e penso que será possível conseguir bons resultados.”

Tags:
125cc, 2009, Julian Simon, Bancaja Aspar Team 125cc

Outras actualizações que o podem interessar ›