Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Barberá: “Estou desejoso por me comparar com os outros pilotos”

Barberá: “Estou desejoso por me comparar com os outros pilotos”

O espanhol aumentou a força física e intensificou o estudo de inglês em preparação para a época de estreia no MotoGP em 2010 com o Team Aspar e está desejoso por ver os benefícios do árduo trabalho que levou a cabo já no próximo mês no teste da Malásia.

Héctor Barberá esta cada vez mais apto para iniciar a temporada de estreia na categoria rainha do Campeonato do Mundo e revela-se muito entusiasmado e dedicado numa altura em que o primeiro teste oficial de MotoGP de 2010, em Fevereiro na Malásia, está cada vez mais perto. Uma concentração que foi também evidente em Novembro passado quando testou em Valência e Jerez, onde assinou positivos tempos por volta nas suas primeiras experiências com a Ducati Desmosedici.

O jovem de 23 anos vai chegar à Malásia com físico mais forte, resultado de muitas horas de ginásio ao longo dos últimos três meses, tudo com o objectivo de aumentar a força da parte superior do corpo. Barberá também vai apresentar melhor nível de inglês depois de árduo trabalho para melhorar a sua capacidade de comunicação na língua.

“Fiz um extensivo curso de inglês em conjunto com o Nico Terol e falar a língua com regularidade ajudou-me muito, mas sinto que ainda tenho de aprender mais,” explicou Barberá ao motogp.com.

Falando sobre o trabalho físico ao longo dos meses de Inverno, Barberá afirmou: “Após o último teste em Jerez vimos que os meus braços precisavam de mais força e centrei-me nisso com a ajuda do meu treinador pessoal. Também fiz algum trial de bicicleta – uma modalidade de que gosto muito – motocross e andei de moto. É importante não perder as sensações durante o defeso.”

Apesar de estar desejoso de assumir os comandos do protótipo de 800cc em Sepang, Barberá sabe que o teste – de 3 a 5 de Fevereiro – será mais um importante passo de aprendizagem.

“É o primeiro grande teste com a equipa, com tudo no lugar,” disse. “Vamos trabalhar com o pessoal técnico para desenvolvermos a moto e para estabelecermos a forma de trabalharmos. Será muito cedo para chegar a conclusões e tudo pode acontecer. Mas é claro que a equipa e eu estamos prontos para irmos para a pista e compararmo-nos com os outros pilotos.”

Enquanto piloto único do Team Aspar no MotoGP, Barberá tem grande prazer na responsabilidade que lhe cai sobre os ombros. Ele acrescentou: “Ao longo dos últimos dois anos fui o piloto principal da minha equipa, o que me ajudou a lidar com isto. Agora temos de começar fortes e com um objectivo claro: melhorar em cada corrida e atingir bons resultados. A equipa não me colocou sob pressão; pelo contrário, deram-me força, energia e motivação.”

Tags:
MotoGP, 2010, Hector Barbera, Paginas Amarillas Aspar

Outras actualizações que o podem interessar ›