Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso com claros objectivos para Sepang e 2010

Dovizioso com claros objectivos para Sepang e 2010

Após a longa paragem de Inverno o piloto da Repsol Honda está pronto para regressar à acção no primeiro Teste de 2010 na próxima semana na Malásia.

O primeiro Teste Oficial do ano em Sepang, na próxima semana, vai juntar todos os que vão fazer parte da categoria rainha em 2010 enquanto testam as suas novas motos para a próxima época.

O italiano Andrea Dovizioso estará entre eles enquanto se prepara para o terceiro ano no Campeonato do Mundo – o segundo como piloto oficial Honda – e o jovem de 23 anos está apostado em melhorias face a 2009, apesar de ter garantido o primeiro pódio de MotoGP e o sexto lugar na classificação final.

“Para mim 2009 foi um ano com vários problemas e muito desapontante, mas também uma experiência com a qual tenho de aprender,” explicou Dovizioso ao motogp.com. “Agora temos de trabalhar arduamente para nos juntarmos aos quatro primeiros da categoria. Rodo pela HRC, pelo que posso consegui-lo.”

Antecipando o Teste de Sepang, Dovizioso afirmou: “Estou pronto para começar. Estou desejoso por ir para a Malásia porque gosto da pista e tenho de começar a trabalhar com as novas alterações que, aliás, me deixam muito contente. Temos muito que fazer, mas sinto-me forte. O objectivo é ter uma época melhor que a última e sentir-me melhor com a moto.”

“Sei que os desenvolvimentos com que vamos chegar a Sepang, agora temos de os colocar em prática porque não tem sido possível até agora. Vamos ter electrónica nova que temos de adaptar ao meu estilo de pilotagem e também temos de encontrar acertos novos para o chassis. Como não há muitos dias de testes, temos de tirar o máximo partido do tempo que temos porque há muito trabalho pela frente.”

O terceiro ano de Dovizioso na categoria rainha faz com que seja quase um veterano do MotoGP e também vai partilhar a pista com outros nomes de grande talento. Marco Simoncelli, Álvaro Bautista, Hiroshi Aoyama e Héctor Barberá vieram todos das 250cc. Além disso, há ainda o americano que, ao terminar em sétimo em Valência como wild card na última corrida do ano, relegou o italiano para sexto da geral.

“Creio que o nível dos pilotos este ano será mais elevado,” disse Dovi. “Tirando os quatro primeiros, há muitos outros capazes de rodarem na frente. Os estreantes têm talento, mas sem experiência é difícil obter resultados notáveis. O MotoGP é exigente, mas penso que quase todos se podem dar bem, desde o Marco Melandri que regressa à Honda, ao Simoncelli, Bautista e Aoyama.”

Dovizioso falou ainda da futura alterações de regulamentos que vai levar a categoria rainha a uma capacidade máxima de 1.000cc em 2012: “Os regulamentos ainda não são definitivos, pelo que os analisaremos quando o forem. Pessoalmente, não me oponho desde que as mudanças sejam para reduzir os custos. Se assim não for não fazem muito sentido. Já testei uma 1.000cc, mas nunca competi com uma. Penso que os que já correram nelas no passado terão pequena vantagem, mas não creio que a diferença seja muita.”

Tags:
MotoGP, 2010, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›