Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Aoyama e Interwetten com trabalho a fazerem

Aoyama e Interwetten com trabalho a fazerem

Os dois dias de testes levados a cabo pela Interwetten Honda MotoGP Team na Malásia serviram para encontrarem algumas áreas em que terão de se concentrar no próximo ensaio dentro de três semanas.

A primeira experiência de Hiroshi Aoyama aos comandos da nova versão do protótipo RC212V no teste de Sepang permitiu ao piloto nipónico começar a trabalhar na busca da sua afinação e a Interwetten recolheu valiosa informação que lhes vai permitir continuar a progredir.

Com elevadas temperaturas e clima difícil, Aoyama assinou o seu melhor tempo dos dois dias de trabalho em 2m03,195s (na sexta-feira), mas o objectivo era encontrar uma base para darem continuidade ao trabalho.

“Senti que a moto esteve melhor hoje (sexta-feira) que ontem, mas ainda não o suficiente. Temos muito trabalho a fazer com esta moto,” explicou Aoyama, que testou a versão do ano passado da RC212V em Dezembro, em Sepang. “O carácter da moto mudou a 180º de 2009 para 2010. O importante para este teste era encontrarmos um ponto de partida e termos conseguido resolver alguns problemas como o que tínhamos com a suspensão traseira.”

O Campeão do Mundo de 250cc acrescentou: “Não temos muito tempo de testes pela frente para encontrarmos a afinação perfeita. De momento não tenho a confiança necessária, mas entre agora e o próximo ensaio vamos analisar em conjunto com o meu chefe de equipa os dados recolhidos e vamos trabalhar para encontrarmos uma solução.”

O chefe de equipa de Aoyama, Tom Jojic, disse: “Estamos a trabalhar com uma moto completamente nova. Temos alguns problemas técnicos que afectaram o ritmo e temos de encontrar uma solução para isso. Conseguimos resolver pequenos problemas como a suspensão traseira e a geometria frontal da moto e já temos ideias sobre onde começar no próximo teste.”

Ele continuou: “Não estou muito contente com este ensaio, mas espero que possamos mudar no próximo. Agora vamos analisar os dados em conjunto com a Honda e vamos olhar para isso no que toca aos outros pilotos Honda para podermos resolver os problemas que temos e voltarmos fortes dentro de três semanas para o próximo teste de Sepang.”

Tags:
MotoGP, 2010, Hiroshi Aoyama

Outras actualizações que o podem interessar ›