Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Two days at Valencia provide Talmacsi with a strong base Uninjured after a high-speed crash on Friday, the Hungarian rider is p

Two days at Valencia provide Talmacsi with a strong base  Uninjured after a high-speed crash on Friday, the Hungarian rider is p

Sem lesões depois da queda a alta velocidade na sexta-feira, o húngaro está contente com os dois dias de treinos levados a cabo no circuito Ricardo Tormo.

Os preparativos de Gabor Talmacsi para o início da primeira época de Moto2 incluíram um ensaio em Valência na quinta e sexta-feira.

Antes da planeada participação nos três dias de testes marcados para o Circuito da Catalunha a partir de quarta-feira, o húngaro levou a cabo 90 voltas ao longo dos dois dias do final da semana passada.

Apesar de uma queda no segundo dia, Talmacsi ficou contente com a sua experiência aos comandos da CBR e explicou ao motogp.com o que aconteceu em pista.

“Tivemos uma queda a alta velocidade, mas está tudo bem!” disse Talmacsi. “Nesta altura do ano o asfalto está um pouco frio e perdi a frente na rápida chicana e escorreguei para fora da pista. Não aconteceu nada, mas rodava a cerca de 190 km/h, pelo que escorreguei muito!”

Talmacsi continuou: “Para mim, estes dois dias foram fantásticos. Colocámos a minha CBR de acordo com os regulamentos de Moto2, com pneus Dunlop, e com as mesmas jantes e escape; não sendo uma Moto2, é uma mistura! Fez com que pudesse treinar e estes dias em Valência foram bons — penso que me vão ajudar no Campeonato. Vamos para Barcelona para o ensaio de 17 a 19 de Fevereiro e vou rodar muito lá, tentar conhecer os limites dos pneus, da embraiagem, etc., para podermos testar as pequenas coisas.”

Antecipando o primeiro teste oficial de Moto2 em Valência, que tem lugar de 1 a 3 de Março, Talmacsi comentou: “Vai estar tudo pronto na minha moto do Campeonato do Mundo para o primeiro teste oficial do ano, mas até lá estou a usar o que temos para treinar o máximo possível. Nesta altura do ano está muito frio na Hungria e é difícil treinar, foi por isso que decidi vir para Espanha com a minha moto e fazer muitas voltas.”

Tags:
Moto2, 2010, Gabor Talmacsi, Fimmco Speed Up

Outras actualizações que o podem interessar ›