Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Tomizawa marca ritmo no segundo dia

Tomizawa marca ritmo no segundo dia

A acção desta quinta-feira em Montmeló terminou com Shoya Tomizawa, da Technomag-CIP, a liderar a tabela de tempos da Moto2 em condições de sol na pista de Barcelona.

Shoya Tomizawa foi mais rápido entre os homens da Moto2 neste segundo dia de trabalho no Circuito da Catalunha, com o nipónico a garantir um tempo de 1m49,4s na sua Suter MMX e a somar 65 voltas. O piloto da Tecnhomag-CIP foi seguido de perto por Jules Cluzel (Forward Racing, 59 voltas) e por Yonny Hérnandez (Blusens-STX), ambos a registarem 1m49,6s nas suas respectivas Suter e BQR-Moto2.

O dia começou com sol, mas temperaturas baixas e com algumas zonas molhadas na pista, ainda resultado da chuva de quarta-feira. Julián Simón foi uma das vítimas ao sofrer uma queda ainda cedo, ao cabo cinco voltas, mas o espanhol voltou aos comandos da RSV da Mapfre Aspar para depois assinar um registo de 1m49,8s. Yuki Takahashi, da Tech3, assinou o mesmo tempo, isto após não ter rodado na quarta-feira.

Kenny Noyes (Jack&Jones by A. Banderas) foi sexto, e o último a rodar abaixo do segundo 50, tendo estabelecido o tempo ainda de manhã, o que fez dele o mais rápido até à hora do almoço. Roberto Rolfo deslocou o ombro esquerdo na sequência de queda na quarta volta e vai agora necessitar de quatro semanas de recuperação; um contratempo depois de promissor início de dia.

Claudio Corti, na Suter da Forward Racing, Alex Baldolini (Caretta Technology Race Dept) e Dominique Aegerter (Technomag-CIP) rodaram todos abaixo do segundo 51, isto enquanto Mike de Meglio — que foi ao tapete durante a tarde — fez 1m51,0s. O piloto da Mapfre Aspar saiu ileso do contratempo e juntou-se a Sergio Gadea, da Pons Racing, nesse ritmo.

O primeiro piloto a ir para a pista foi Scott Redding, da Marc VDS Racing Team com a sua Suter, e o britânico foi um dos três pilotos — Mashel Al Naimi (Blusens-STX) e Fonsi Nieto (G22 HolidayGym) a serem os outros — agrupados no 1m51,2s. Axel Pons (Pons Racing) e Raffaele De Rosa (Tech3 Racing) foram ligeiramente mais lentos.

A queda matinal de Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing) não afectou o seu entusiasmo e voltou ao trabalho durante a tarde para rodar em 1m51,8s, com Robertino Pietri (Italtrans STR), Joan Olivé (Jack&Jones by A. Banderas) e Stefan Bradl (Viessman Kiefer Racing) – no seu primeiro teste – a rodarem na casa do segundo 52. Vincent Lonbois, da Marc VDS Racing Team, sofreu pequena queda durante a tarde.

Tempos oficiosos do 2º dia:

Shoya Tomizawa - Technomag-CIP - 1’49.4
Jules Cluzel - Forward Racing - 1’49.6
Yonni Hernández - Blusens STX - 1’49.6
Julian Simon - Mapfre Aspar Team - 1’49.8
Yuki Takahashi - Tech 3 Racing - 1’49.8
Kenny Noyes - Jack&Jones by A. Banderas - 1’49.9
Roberto Rolfo - Italtrans STR - 1’50.0
Claudio Corti - Forward Racing - 1’50.1
Alex Baldolini - Caretta Technology - 1’50.3
Dominique Aegerter - Technomag-CIP - 1’50.7
Mike di Meglio - Mapfre Aspar Team - 1’51.0
Sergio Gadea - Pons Racing - 1’51.0
Mashel Al Naimi - Blusens STX - 1’51.2
Fonsi Nieto - G22 HolidayGym - 1’51.2
Scott Redding - Marc Vds Racing Team - 1’51.2
Axel Pons - Pons Racing - 1’51.4
Raffaele De Rosa - Tech 3 Racing - 1’51.5
Thomas Luthi - Interwetten Moriwaki Racing - 1’51.8
Robertino Pietri - Italtrans STR - 1’51.9
Joan Olivé - Jack&Jones by A. Banderas - 1’51.9
Stefan Bradl - Viessmann Kiefer Racing - 1’52.0
Karel Abraham - Cardion AB Motoracing - 1’52.8
Vladimir Leonov - Vector Kiefer Racing - 1’52.9
Yannick Guerra - G22 HolidayGym - 1’53.6

Tags:
Moto2, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›