Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi e Bautista visitam fábrica da Suzuki antes do teste de Sepang

Capirossi e Bautista visitam fábrica da Suzuki antes do teste de Sepang

Os pilotos de MotoGP estiveram na fábrica da Suzuki em Hamamatsu, no Japão, antes do segundo teste oficial de 2010 na Malásia.

A caminho do Circuito Internacional de Sepang, na Malásia, para o segundo teste de 2010 nesta semana, os pilotos da Rizla Suzuki Loris Capirossi e Álvaro Bautista — em conjunto com o patrão da equipa Paul Denning — pararam no Japão onde fizeram uma visita guiada ao sede da Suzuki.

Os Directores da Suzuki Toshihiro Suzuki e Masanori Atsumi e o Gestor Sadayuki Inobe levaram o trio por um passeio pelo museu ‘Suzuki Plaza’ e Capirossi e Bautista também visitaram o departamento de corrida da Suzuki onde conheceram os engenheiros e falaram do desenvolvimento da GSV-R 2010 com que vão alinhar no Campeonato do Mundo deste ano.

“Foi uma grande experiência visitar a Sede da Suzuki e o Centro Técnico de Engenharia de Motociclismo,” disse Capirossi. “Já estive na fábrica antes, mas nunca tinha visitado o Museu Suzuki e foi impressionante ver as tecnologias da Suzuki desde o início do século passado e a primeira moto de 1952.”

Ele continuou: “Os nossos encontros no Departamento de Competição também foi muito importante e isso fez-nos compreender o esforço da Suzuki ao vermos os engenheiros centrarem-se em fazer a melhor moto possível para apenas dois pilotos — o Álvaro e eu. Também queria agradecer ao Toshihiro-san, Atsumi-san e Inobe-san por terem reservado parte do seu tempo para nos verem e pelo apoio para a época de 2010. Vou para Sepang muito motivado e sei que a Suzuki está comigo a 100%.”

O estreante de MotoGP, Bautisa, disse: “As instalações de engenharia são impressionantes, abri mesmo os olhos para ver tudo o que se passa para nos apoiarem e depois da visita ao museu fiquei a saber muito mais sobre a história da Suzukil. É incrível ver uma empresa tão grande e sentir que ainda é como um negócio de família e são todos muito hospitaleiros.”

“Fiz o melhor para dizer aos engenheiros tudo o que senti com a moto, mas primeiro tenho de levar o meu nível ao máximo e chegar ao limite da moto — depois terei o direito de protestar e pedir melhor prestação, mas ainda é cedo! Sinto o mesmo que o Loris — muito motivado e certo que a Suzuki vai fazer tudo para nos ajudar.”

Bautista e Capirossi vão agora continuar o trabalho com a GSV-R no teste da Malásia, que tem lugar de quarta a sexta-feira, com o primeiro dia reservado apenas a pilotos de testes. A Suzuki vai ensaiar o seu novo motor em Sepang, bem como dar continuidade ao promissor trabalho apresentado no primeiro teste há três semanas.

Tags:
MotoGP, 2010, Loris Capirossi, Alvaro Bautista, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›