Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi na frente no primeiro dia de Sepang

Rossi na frente no primeiro dia de Sepang

Depois de ter assinado o melhor tempo na pista malaia há três semanas, Valentino Rossi voltou a ser o mais rápido no primeiro dia do segundo teste oficial do ano em Sepang nesta quinta-feira.

Após uma quarta-feira relativamente calma para os pilotos de testes em Sepang, os pilotos oficiais de MotoGP foram para a pista nesta quinta-feira para darem início ao segundo teste de 2010 na Malásia. Tal como há três semanas no primeiro ensaio oficial, Valentino Rossi encabeçou a tabela de tempos com a sua YZR-M1 de fábrica ao rodar em 2m01,068s.

Rossi deu continuidade ao trabalho de afinação do seu protótipo de 2010 e também com as pinças de travões da Brembo, com o Campeão do Mundo a ser seguido por Casey Stoner em termos de tempos, mas com o piloto da Ducati Marlboro a dar mais atenção ao novo braço oscilante da Desmosedici GP10. O principal objectivo continua a ser encontrar as sensações correctas com o novo motor por parte do piloto australiano e Stoner ficou a 0,151s de Rossi.

Andrea Dovizioso, da Repsol Honda, também tirou mais de meio segundo ao tempo que tinha anteriormente registado ao parar o cronómetro em 2m01,631s, o que lhe valeu o terceiro tempo. Enquanto isso, o novo motor GSV-R da Rizla Suzuki permitiu a Loris Capirossi fazer significativas melhorias também. O veterano completou 52 voltas, tal como Dovizioso, e foi o quarto mais lesto a 0,056s do compatriota enquanto deu continuidade ao trabalho com o escape Akrapovic, chassis, suspensão e jantes Marchesini que já tinha usado no teste anterior.

Ben Spies e Colin Edwards, da Monster Yamaha Tech3, foram quinto e sexto, respectivamente, com o primeiro a trabalhar na posição de pilotagem e conseguindo como melhor tempo no primeiro dia a marca de 2m01,843s. Edwards, a mais 0,054s, teve problemas de electrónica que levaram a manhã lenta, mas regressou à pista mais tarde para estudar diferentes acertos de chassis ao fazer 35 voltas.

Dani Pedrosa (Repsol Honda) caiu por volta das 13h35 na curva nove e ao cabo de 29 voltas, mas voltou ao trabalho duas horas mais tarde para completar um total de 47 voltas com a sua RC212V de fábrica e assinar um tempo de 2m02,036s, enquanto o piloto que mais passagens pela meta fez foi Mika Kallio, da Pramac Racing. O finlandês fez 76 voltas e apresentou um tempo apenas a 0,002s de Pedrosa para ser o oito mais rápido enquanto avaliou diferentes forquilhas na GP10.

Álvaro Bautista sofreu a primeira queda do dia, pouco depois do meio-dia. O piloto da Suzuki não demorou a voltar aos comandos da GSV-R e retirou mais de um segundo ao seu anterior melhor registo, com um tempo de 2m02,078s e 34 voltas, trabalhando também com o novo bloco testado pelo companheiro de equipa Capirossi.

A fechar a lista dos dez primeiros ficou Marco Gresini, da San Carlo Honda Gresini, com um tempo de 2m02,086s com a sua RC212V, uma grande melhoria face aos seus anteriores registos. Nicky Hayden (Ducati Marlboro) ainda se está a ressentir da operação ao braço direito de há duas semanas, mesmo assim efectuou 61 voltas e ficou a pouco mais de um segundo de Rossi.

Os estreantes Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP), Aleix Espargaró (Pramac Racing) — que caiu na curva 4 ao final do dia — e Héctor Barberá (Paginas Amarillas Ducati) seguiram-se na tabela de tempos, com o Randy de Puniet, da LCR Honda, a efectuar 76 voltas e todos efectuaram tempos melhores que da última visita a Sepang. Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team) trabalhou o mapeamento da electrónica para o controlo de tracção da sua montada.

A Bridgestone forneceu a todos os pilotos duas novas especificações de pneus para este teste: o traseiro de composto médio para 2010, que é uma opção mais macia de pneus de qualificação, e o novo composto frontal que será usado em 2011.

Também em pista estiveram os pilotos de testes da Yamaha Norihiko Fujiwara e Wataru Yoshikawa, com a notável ausência a ser a de Jorge Lorenzo, que ainda está a recuperar da lesão na mão contraída num acidente de treino há duas semanas.

Os pilotos voltam à pista para um segundo e último dia de trabalho nesta sexta-feira a partir das 10h00 locais.

Veja aqui os resultados dos testes de Sepang de quinta-feira.

Tags:
MotoGP, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›