Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Tom Houseworth fala do trabalho com Ben Spies

Tom Houseworth fala do trabalho com Ben Spies

O chefe de equipa do piloto americano na Monster Yamaha Tech3 fala do que espera da época de estreia de Spies no MotoGP numa entrevista de vídeo.

Ao lado de Ben Spies na Monster Yamaha Tech3 em 2010 estará Tom Houseworth, compatriota do piloto e seu chefe de equipa. Houseworth fez parte da formação de Spies no Mundial de SBK, que venceu a temporada passada, e traz a sua experiência para o MotoGP.

“Comecei no AMA nos finais dos anos 80 e subir a partir daí e tenho estado com o Ben desde 2003,” afirmou Houseworth, antes de explicar o seu papel como chefe de equipa de Spies na Tech3. “Basicamente pego em qualquer coisa que o Ben tenha em pista e falo com os engenheiros e técnicos de telemetria e tentamos ter o melhor conjunto para o dia de corrida para o Ben.”

Ele continuou: “Para mim ele é mesmo bom. É um dos poucos pilotos que tive que é capaz de dizer ‘sou eu, não é a moto: tenho de ser mais rápido antes de se mudar o que quer que seja.’ Isso é muito bom. Podemos ter um piloto que faz três voltas e diz que a moto está uma porcaria, mas o Ben nunca faz isso. Primeiro garante que está ao ritmo antes de mudar alguma coisa, o que é positivo para o nosso lado.”

Uma impressionante demonstração no segundo teste de Sepang por parte de Spies fez aumentar as expectativas para a época de 2010, apesar de Houseworth dizer que o principal objectivo continua a ser o piloto conhecer a M1.

“Em termos de objectivos, sei que o Ben falou nos dez ou cinco primeiros,” disse Houseworth. “O Top 10 será bom e é claro que mais para a frente vamos querer ganhar. É possível? Não sei. Vamos ter de esperar pelas primeiras corridas para vermos onde estamos. Ele está apenas a conhecer a moto. Ainda não puxámos muito, quase não mudámos nada e é apenas uma questão do Ben conhecer os limites desta moto e depois veremos o que acontece.”

Antevendo o futuro e questionado sobre se Spies pode vir a ser Campeão do Mundo de MotoGP, Houseworth disse: “Não vejo por que não. A minha opinião é que ele é tão bom como qualquer outro. Estamos a tratar de ter a equipa e material certos, depois vemos o que acontece no futuro.”

Tags:
MotoGP, 2010, Ben Spies, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›