Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Valência mostra primeiro valor da Moto2

Valência mostra primeiro valor da Moto2

Julián Simón liderou um forte grupo de candidatos ao título após a conclusão do primeiro teste oficial de Moto2 e 125cc no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, nesta quarta-feira.

O primeiro teste oficial com os motores Honda que vão ser usados pelos pilotos e equipas de Moto2 na época de estreia da categoria intermédia chegou ao fim nesta tarde de quarta-feira, com o piloto da Mapfre Aspar Julián Simón a ser o mais rápido dos três dias de trabalho. O espanhol fez parte do grupo dos primeiros candidatos ao título antes do início da temporada, bem como os antigos pilotos de MotoGP Toni Elías, Alex de Angelis e Yuki Takahashi, além de outros.

O melhor tempo do Campeão do Mundo de 125cc de 1m37,156s, estabelecido na terça-feira, manteve-se intocável depois das más condições climatéricas de quarta-feira terem levado a pouca actividade em pista, provando que o espanhol está para a subida de categoria e deixou o traçado muito contente.

“Trabalhámos muito e fizemos muitas modificações ao chassis,” disse Simón. “Estou muito contente com o trabalho que completámos e agora estou desejoso por ir para Jerez e rodar noutra pista. Mas é já visível que o Campeonato vai ser muito competitivo e equilibrado.”

O norte-americano Kenny Noyes (Jack&Jones by A. Banderas) também impressionou ao completar mais quilómetros que qualquer outro na pista de Valência e encontrou tempos e ritmo de corrida já muito competitivos, terminando com a segunda melhor marca de todo teste.

Elías (Gresini Racing) foi o autor do melhor tempo do primeiro dia e terminou o ensaio em terceiro, mostrando assim as suas intenções para a época que se aproxima. Outro piloto que também causou impacto foi Claudio Corti (Forward Racing). Apesar de algo afectado por uma lesão na perna e da qual não recuperou totalmente, o italiano esteve de forma consistente perto dos tempos de topo sempre que rodou na pista. Corti, que foi o quarto de todo o teste, foi o único a rodar com um chassis Suter a terminar entre os dez primeiros.

O piloto da Tech3 Racing Takahashi mostrou-se consistente entre os cinco primeiros ao longo do teste, tal como De Angelis (Scot Racing). Ele melhorou o seu tempo no final da sessão de quarta-feira (e foi o mais rápido do dia) para terminar o ensaio em sexto e ser o último a rodar abaixo do segundo 38 em todo o teste.

Vladimir Ivanov (Gresini Racing) foi outro piloto a dar-se bem em pista, isto apesar de duas quedas que sofreu nos dois primeiros dias e que lhe encurtaram o teste e o relegaram para o sétimo posto. Outros nomes a deixarem o Ricardo Tormo em alta foram Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing), Yonny Hérnandez (Blusens-STX) e Fonsi Nieto (G22 HolidayGym) que encerraram a lista dos dez primeiros.

Estes pilotos tiraram partido da pouca actividade em pista na quarta-feira para continuarem o seu trabalho, incluindo ainda Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up), que ficou a mais de um segundo de Simón, vem como Sergio Gadea (Pons Racing) com ambos a juntarem-se a De Angelis, Elías e Takahashi entre os cinco primeiros do dia.

Os pilotos de Moto2 regressam à acção para um segundo teste oficial de Moto2 e 125cc em Jerez, de 6 a 8 de Março.

Carregue aqui para ver os resultados completos do teste.

Tags:
Moto2, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›