Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos da Mapfre Aspar com experiências diferentes no teste de Moto2

Pilotos da Mapfre Aspar com experiências diferentes no teste de Moto2

Julián Simón debateu-se com problema técnico na última sessão de Jerez, enquanto Mike di Meglio encontrou a solução para rodar no molhado.

Os pilotos da Mapfre Aspar concluíram o último dia de testes em Jerez com resultados díspares. Problemas técnicos deixaram Julián Simón frustrado, isto apesar de ter procurado soluções tanto no seco, como no molhado, mas o espanhol passou a última sessão do ensaio a entrar e sair da box da equipa em busca de melhoramentos.

“A verdade é que hoje foi dia sem sorte porque completei apenas três voltas em condições normais,” disse Simón. “Quando fui para a pista notei que a moto não estava a trabalhar bem — o motor não respondia correctamente no que toca à entrega de potência. Tentei resolver o problema com várias idas à box, mas não conseguiram encontrar uma solução.”

“É uma pena porque, na prática, perdemos dois dias. Penso que estamos a trabalhar muito bem em todas as áreas e é uma questão de termos um dia completo para terminarmos a afinação da RSV,” concluiu Simón, que efectuou 22 voltas no total e um tempo de 1m59,733s.

Do outro lado da box Mike di Meglio esperou pela paragem da chuva antes de começar a rodar pelas 15 horas. O gaulês rodou com novas afinações na sua RSV e, em contraste com o companheiro de equipa, terminou muito contente com o que encontrou.

“Estou a adaptar-me à moto de 4 tempos e estou muito contente. Hoje senti-me muito confortável com a pilotagem na chuva. Sempre que fui para a pista tive boas sensações e vi que a RSV tem boa aderência no molhado,” explicou Di Meglio.

“De início esta nova categoria colocou-me algumas questões, mas a minha compreensão da RSV está a progredir. Neste último dia não testámos nada específico, apenas algumas soluções de chassis no molhado. Penso que sem ficar obcecado com os tempos, estamos a fazer um bom trabalho. Estou a ganhar experiência e estamos a melhorar o que já tínhamos encontrado,” disse Di Meglio, cujo melhor tempo foi de 1m56,575s num total de 26 voltas no último dia.

Tags:
Moto2, 2010, Mike Di Meglio, Julian Simon, Mapfre Aspar Team

Outras actualizações que o podem interessar ›