Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pré-temporada de Moto2 chega ao fim

Pré-temporada de Moto2 chega ao fim

Claudio Corti terminou a Teste Oficial de Jerez como o mais rápido, Toni Elías foi sempre consistente apesar de uma queda nos últimos minutos e Karel Abraham foi a surpresa ao conseguir lugar entre os três pilotos mais rápidos.

A categoria de Moto2 terminou hoje no circuito de Jerez a sua preparação em pista para a temporada, dando oportunidade aos observadores para se familiarizarem com a classe intermédia ainda antes da primeira corrida. Os pilotos só voltam agora a encontrar-se para a primeira sessão de treinos livres no Qatar, a 9 de Abril, no arranque da temporada. E, esta segunda-feira, no terceiro e último dia do Teste Oficial de Jerez trouxe algumas novidades.

A maior de todas foi a chegada de Claudio Corti ao grupo dos mais rápidos. O italiano da equipa Forward Racing, que já tinha deixado boas indicações nos testes anteriores de Valência e Jerez, deu um passo de gigante nas pistas durante os últimos três dias.

Depois de ter ficado impossibilitado de fazer um bom tempo no primeiro dia devido a um problema no garfo dianteiro (foi 18º com um tempo de 1m45,741s), Corti baixou para 1m45s logo no segundo dia. Na segunda-feira conseguiu rodar a 1m44,044, estabelecendo assim o melhor tempo de todo o teste. Tudo isto, apesar de uma lesão no tornozelo esquerdo.

“Ficámos à frente e agora todos esperam muito de mim. Quase que me coloquei a mim próprio na armadilha”, disse Corti. “Vamos para o Qatar à espera de fazer o melhor, apesar de não conhecermos muito bem a pista. Por agora saímos de Jerez satisfeitos com os tempos que conseguimos, bem como com o ritmo alcançado.”

Toni Elías, o piloto mais rápido do primeiro dia do Teste Oficial de Jerez, não conseguiu melhorar o seu tempo nos dias seguintes, mas mesmo assim ficou apenas a 0,033s do tempo de Corti. O piloto da Gresini Racing, que no domingo expressou a sua satisfação pelos novos componentes da sua Moriwaki, não conseguiu, contudo, terminar o teste de forma muito positiva. Quando tentava evitar um piloto mais lento, o espanhol foi ao tapete e regressou hoje mesmo para Barcelona para tratar da lesão que fez na mão esquerda.

O terceiro posto na tabela de tempos ficou para Karel Abraham, que também mostrou grandes progressos ao longo dos três dias. No final, o piloto da Cardion AB Motoracing acabou por melhorar o seu tempo do primeiro dia em mais de dois segundos. Abraham ficou, assim, à frente de Scott Redding (Marc VDS Racing) e Kenny Noyes (Jack&Jones by Antonio Banderas), que arrecadaram os quarto e quinto melhores tempos, respectivamente.

Julián Simón trabalhou arduamente na sua Mapfre Aspar, terminando com o sexto melhor tempo, a 0,406s de Corti. Yonny Hernández (Blusens-STX) ficou em sétimo, graças ao tempo alcançado no primeiro dia, e Jules Cluzel (Forward Racing), Anthony West (MZ Racing) e Yuki Takahashi (Tech3 Racing) completaram o Top Tem na classificação combinada.

Tags:
Moto2, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›