Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Mika Kallio procura lugar entre os oito melhores nesta temporada

Mika Kallio procura lugar entre os oito melhores nesta temporada

O piloto finlandês da pramac Racing Team deu uma entrevista antes do arranque da sua segunda temporada na Classe Rainha, na qual fala das suas aspirações para a época de 2010.

Veio de um país, a Finlândia, onde o ambiente e a natureza são muito importantes? Até que ponto o ambiente é importante para si?

”Desde crianças que somos ensinados a respeitar o ambiente à nossa volta. Ensinam-nos que as árvores, a floresta e os lagos que nos rodeiam são nossos e devemos tomar conta deles para garantir a sua salvaguarda tanto quanto possível. A terra onde eu nasci, ValKeaKoski, está rodeada de verde e de um lago natural, que tem a água mais límpida do mundo.”

Estás consciente da importância da energia alternativa?

“Penso que todos podem usar energia renovável nos dias de hoje. Nos últimos anos tanta tecnologia foi desenvolvida que permite que cada pessoa produza a sua energia doméstica, instalando painéis solares no telhado das suas casas ou nos seus jardins. As alterações climáticas é uma questão que deve ser interessar a todos - o objectivo de reduzir ou eliminar as emissões de CO2 devia ser uma tarefa de todos. Durante uma viagem à Alemanha vi como os alemães obtêm mais de 12% da energia que consomem de fontes alternativas e o objectivo deles é aumentar esse número de ano para ano. Penso que esta devia ser uma meta principal para as nações europeias.”

No dia-a-dia, quando está em casa, como contribui para a protecção do ambiente?

“Tenho uma casa que tem um reduzido impacto ambiental. Na Finlândia utilizados vidros duplos nas janelas que têm um isolamento quase total e na minha casa existem esse tipo de janelas. Isso conserva o calor do dia. Também tenho muito cuidado em separar o lixo. Na minha casa de férias não tenho electricidade e quero transformá-la numa casa auto-suficiente com painéis solares. A nova turbina de vento desenhada pelo Philippe Starck para a Pramac pode-me ajudar muito. Estive em Milão para a apresentação mundial da turbina de vento e tenho de dizer que é muito bonita. Tenho de pedir ao Paolo Campinoti um desconto nos produtos, de acordo com os meus resultados na pista.”

Por falar em pistas, quais são as suas expectativas para a segunda temporada na Classe Rainha do motociclismo, MotoGP?

“O meu primeiro ano no MotoGP foi muito satisfatório. Fui eleito ‘Rookie do Ano’ e consegui alcançar um bom ritmo na mota. Tendo em conta os Testes do Qatar, não posso negar que na segunda temporada espero estar entre os oito melhores. Sinto a confiança que a equipa depositou em mim e espero corresponder com resultados na pista.”

Qual é o objectivo para este ano? O que pensa sobre o seu companheiro de equipa Aleix Espargaró?

“O meu objectivo para o segundo ano e tentar e lutar pelo pódio em algumas corridas. Alex é muito determinado, já ganhou muita experiência em MotoGP no ano passado, quer nos Grandes Prémios em que substituiu, quer naqueles em que participou no final da temporada. Durante os testes de Inverno ele melhorou muito e fez excelentes resultados. Partilhamos o desejo de retribuir a confiança que a equipa depositou em nós. Bem que vamos ser bons companheiros de equipa, até porque somos a equipa mais jovem no MotoGP.”

Entrevista cedida pela Pramac Racing

Tags:
MotoGP, 2010, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Mika Kallio, Pramac Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›