Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Redding acredita que Top 5 é possível no Qatar

Redding acredita que Top 5 é possível no Qatar

O piloto britânico da Marc VDS Racing Team está confiante antes da primeira corrida da história da Moto2.

Será uma excitante estreia no Campeonato do Mundo para a Marc VDS Racing Team no Qatar neste fim-de-semana e com o birtânico Scott Redding e o espanhol Héctor Faubel a aceitarem o desafio da corrida pelo título são muitas as expectativas antes da primeira ronda da época de 2010.

Uma forte prestação no último Teste em Jerez, em que Redding assinou o quarto melhor tempo, foi o culminar de sólido progresso ao longo da pré-época por parte do jovem britânico de 17 anos e ele está agora de olhos postos nos cinco primeiros no Qatar.

”O último Teste em Jerez foi um aumento de confiança para nós, já que consegui rodar nos cinco primeiros ao longo dos três dias. A equipa tem muito crédito por isto; a forma de trabalhar é muito profissional e é um grande prazer fazer parte dela. Tudo isto significa que vamos para o Qatar conscientes do que somos capazes de garantir um bom resultado para a equipa e de retribuir a confiança que o Marc van der Straten (Presidente da equipa) depositou em nós,” disse Redding antes de explicar os objectivos para o Commercialbank Grande Prémio do Qatar.

”A equipa deu-me como meta os dez primeiros neste fim-de-semana e ficaria muito contente com isso, mas acredito mesmo que podemos chegar aos cinco primeiros se tudo correr tão bem como em Jerez. Vai ser interessante de ver como é que o Héctor se adapta à moto, mas estou certo que não vai demorar muito até estar em grande forma e a lutar na pista."

Faubel não beneficiou dos Testes de pré-época, pois foi confirmado como segundo piloto da equipa apenas na semana passada, mas com a vitória nas 125cc em Losail em 2007 tem boa experiência do circuito.

O espanhol sabe que a primeira corrida será uma difícil introdução ao chassis Suter e disse: “Os últimos meses foram duros, a tentar encontrar um lugar para esta época, mas finalmente encontrámos um grande lugar com a Marc VDS Racing Team. Queria agradecer por isso ao Marc van der Straten e ao Michael Bartholemy (Director Desportivo) por terem confiado em mim. Quero fazer um grande trabalho com a equipa, mas sei que vai ser difícil no início.”

Faubel continuou: “Nem testei a moto, pelo que preciso de algum tempo durante as duas primeiras corridas para entrar no ritmo. Espero estar a bom nível quando voltarmos à Europa para o Grande Prémio de Espanha em Jerez. Treinei muito no Inverno e o Qatar é uma das minhas pistas preferidas; tenho boas memórias de quando ganhei a corrida de 125cc em 2007. Agora estou desejoso por chegar ao Qatar e conhecer toda a equipa e começar a trabalhar com a Suter MMX."

Tags:
Moto2, 2010, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Scott Redding, Hector Faubel, Marc VDS Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›