Compra de bilhetes
VideoPass purchase

De Angelis assina primeiro tempo de referência de Moto2

De Angelis assina primeiro tempo de referência de Moto2

A primeira sessão de treinos livres da história da nova categoria intermédia no Qatar terminou com Alex de Angelis no topo da tabela de tempos nesta noite de sexta-feira, batendo Scott Redding e Julián Simón.

A muito esperada primeira sessão de treinos livres de Moto2 teve lugar esta noite de sexta-feira e foi Alex de Angelis, da RSM Team Scot, a assinar o primeiro melhor tempo. O piloto bateu os demais rivais, incluindo o wild card Anthony Delhalle neste início do Campeonato do Mundo de 2010 no Circuito Internacional de Losail.

O antigo piloto de MotoGP rodou em 2m03,239s, batendo em mais de meio segundo o rival mais próximo, Scott Redding (Marc VDS Racing Team). De Angelis garantiu o seu tempo na 20ª volta das 22 que efectuou ao longo dos 60 minutos da sessão aos comandos do chassis Force GP210, isto depois de ter sido muito consistente na pré-época.

O britânico Redding, que melhorou de forma constante durante o tempo que levou até ao início da época de 2010 com o protótipo Suter, chegou a liderar a tabela de tempos no final da sessão e o seu melhor tempo foi de 2m03,834s, assinado ao cabo de 19 voltas, o que lhe permitiu ficar à frente do Campeão do Mundo de 125cc Julián Simón (Mapfre Aspar). O espanhol foi o terceiro e último a rodar abaixo do segundo 04, com 2m03,868s na última volta com a sua RSV.

Surpresa nos cinco primeiros foi Dominique Aegerter (Technomag-CIP). O suíço – que rodou em 2m04,067s – ficou à frente de outro piloto com chassis Suter, Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing), com o alemão a ficar apenas a quatro centésimos de segundo.

A lista dos dez primeiros contou ainda com Roberto Rolfo (Italtrans STR), Alex Debón (Aeroport de Castelló-Ajo), Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up) e Alex Baldolini (Caretta Technology Race Dept), todos eles com inícios promissores.

Shoya Tomizawa (Technomag-CIP), Raffaele de Rosa (Tech3 Racing) e Arne Tode (Racing Team Germany), sofreram quedas, mas sem consequências.

Tags:
Moto2, 2010, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›