Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso radiante com o pódio, Pedrosa fala do trabalho que tem pela frente

Dovizioso radiante com o pódio, Pedrosa fala do trabalho que tem pela frente

O piloto italiano ficou muito satisfeito com o seu terceiro lugar no Qatar, enquanto o seu companheiro da equipa Repsol Honda acabou em sétimo.

Andrea Dovizioso assegurou o terceiro pódio de MotoGP no domingo à noite na corrida inaugural da temporada de 2010 no Qatar e ficou muito contente com este arranque de época.

O italiano arrancou do sexto posto da grelha de partida e chegou por breves instantes a liderar a corrida, lutando com Valentino Rossi, que acabou por se sagrar vencedor. Já quase a cruzar a linha da meta, teve de se bater com Nicky Hayden para garantir a terceira posição, com a sua RC212V a cruzar a bandeira apenas 0,011s à frente do americano.

“Estou muito contente com este pódio, é uma satisfação muito grande”, disse o italiano. “Era muito importante começar a temporada com o bom resultado e espero que isto seja apenas o início. O pódio de hoje é o resultado de muito trabalho feito pela Honda, pelos técnicos, pela equipa e por mim próprio durante o Inverno.”

Dovizioso acrescentou: “Hoje acreditei mesmo que podia chegar ao segundo lugar, que conseguia aguentar até mesmo até ao final. O meu início de corrida não foi muito bom, mas as primeiras cinco voltas foram cruciais para recuperar posições e colar-me atrás do Valentino. A minha Honda estava muito rápida e conseguiu usar essa vantagem para compensar as partes menos boas em pista.”

“Fiz uma manobra de génio na última curva da última volta quando consegui ultrapassar o Nicky por dentro e depois utilizei toda a velocidade da RC212V para passar a linha da meta à frente. Hoje corri com o coração e o resultado é uma grande motivação para mim e para todos na equipa da Repsol Honda Team.”

O seu companheiro de equipa, Pedrosa, que terminou em sétimo, foi pragmático acerca do seu resultado.

Ele disse: “Fiz uma boa partida e conseguir ficar perto da frente da corrida nas primeiras voltas. A partir dai não foi fácil e senti alguns problemas na mota, que tornaram impossível manter o ritmo. Lutei tanto quanto podia para me manter a distância para os outros pilotos, mas no final foi impossível afastar-me deles.”

”Por outro lado, é encorajador saber que conseguimos alcançar já este ritmo, porque os testes de Inverno não foram fáceis, mas por outro também mostra que ainda temos muito trabalho para fazer para conseguirmos ter a mota como precisamos. Esta não é forma ideal de começar a temporada e esperava conseguir lutar pelo pódio, mas a temporada é longa e vamos manter a concentração e trabalhar tanto quanto possível para melhorar.”

Tags:
MotoGP, 2010, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›