Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Debón continua rápido no início do GP caseiro

Debón continua rápido no início do GP caseiro

O piloto da Aeroport de Castelló-Ajo, segundo na primeira corrida de Moto2 em Losail, começou o Grande Prémio bwin de Espanha com o melhor tempo em FP1. Talmacsi e Noyes completaram o Top 3.

A paragem de três semana não tirou o ritmo a Alex Debon na Moto2 e o espanhol começou o GP caseiro, em Jerez, com o melhor tempo na primeira sessão de livres de sexta-feira.

Foram nove os fabricantes de chassis representados entre os dez primeiros e menos de um segundo a separar todos estes pilotos, com Debón a ser o melhor com uma marca de 1m44,419s na sua FTR. O piloto de 34 anos, que assinou a pole em Jerez nas 250cc na época passada, foi seguido de Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up), a 0,461s, e Kenny Noyes (Jack&Jones by Antonio Banderas), que ficou a mais quatro centésimos de distância do húngaro.

Yuki Takahashi (Tech3 Racing) e Sergio Gadea (Tenerife 40 Pons) fizeram ambos forte sessão de treinos e terminaram entre os cinco primeiros, enquanto Yonny Hernández (Blusens-STX) mostrou algum do ritmo que o fez ganhar confiança na pré-época e terminou o dia em sexto.

A lista dos dez primeiros contou ainda com Julián Simón (Mapfre Aspar), Claudio Corti (Forward Racing), Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing) e um dos homens do pódio do Qatar, Jules Cluzel (Forward Racing). O líder da classificação, Shoya Tomizawa (Technomag-CIP), terminou a sessão em 14º.

Roberto Rolfo (Italtrans STR) e Andrea Iannone (Fimmco Speed Up) tiveram problemas com as suas montadas; ambos sofreram saídas de pista e terminaram em 11º e 27º, respectivamente.

Tags:
Moto2, 2010, GRAN PREMIO bwin DE ESPAÑA, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›