Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez muito animado depois de queda de Jerez

Márquez muito animado depois de queda de Jerez

O piloto da Red Bull Ajo Motorsport sofreu aparatosa queda na primeira volta do seu GP caseiro, mas já se está a concentrar no Monster Energy Grande Prémio de França.

A sorte não esteve do lado de Marc Márquez no Grande Prémio bwin de Espanha, onde caiu na primeira volta devido a estranho acidente com a sua Derbi. O tubo de escape soltou-se do silenciador e projectou o jovem num voo pelo ar que colocou ponto final prematuro na sua corrida.

Márquez tinha-se qualificado na pole e era um dos favoritos à vitória – que acabou por ficar nas mãos do também espanhol Pol Espargaró – depois de ter batido o recorde de cinco anos da melhor volta ao traçado, da autoria de Mattia Pasini, ao qualificar-se com um soberbo tempo de 1m46,829s.

A sua queda resultou num ombro deslocado e após visita ao USP Institu Universitari Dexeus, em Barcelona, foi-lhe dito que não tinha qualquer tipo de lesão nos ligamentos, nem nos ossos.

“Fui aconselhado a descansar totalmente durante uma semana e dentro de oito dias poderei começar a minha recuperação activa. Sofri também uma queimadura de segundo grau do lado esquerdo da barriga. A participação no Grande Prémio de França dentro de três semanas não foi colocada de parte,” disse Márquez.

Para um jovem de 17 anos, Márquez foi muito maduro no que toca à forma como vê o acidente: “Foi bom não me ter lesionado gravemente e com o braço imobilizado não tenho dores. De início doeu-me muito, quando colocaram o ombro no sítio, mas agora sinto-me muito melhor,” explicou.

“Foi uma pena porque era uma corrida em relação à qual estava muito excitado. Tinha bom ritmo e a possibilidade de ganhar, mas são coisas que acontecem. Espero que não volte a acontecer porque este tipo de problema técnico com o escape é muito pouco usual.”

Márquez planeia agora usar as três semanas que tem pela frente até Le Mans para recuperar o máximo possível e colocar no bom caminho a sua época.

“Também ajuda o facto de agora ter tempo suficiente para recuperar, porque não há outra corrida em quase três semanas. É claro que não estarei a 100%, mas vou conseguir rodar com a moto,” concluiu.

Tags:
125cc, 2010, GRAN PREMIO bwin DE ESPAÑA, Marc Marquez, Red Bull Ajo Motorsport

Outras actualizações que o podem interessar ›